4 motivos que fazem o seu site não gerar orçamentos

with Nenhum comentário

Quando se inicia um negócio digital se torna essencial ter um site, por gerar visibilidade e atrair público. O problema é quando o site é o seu negócio e ele parece estagnado. Além de frustrante, isso é na prática um péssimo sinal para a longevidade dele. 

A falta de resultados pode gerar diversos sentimentos e retornos por parte de seus administradores. A análise do porquê da falta de números positivos, gerando uma nova estratégia. Ou, a frustração dominando as suas decisões, resultando em uma insistência demasiada sem uma visão analítica.

Esse último caso pode destruir o seu negócio, por isso é preciso usar a razão nesses casos. Principalmente, porque o problema nem sempre é tão difícil de se solucionar. 

Para isso separamos os 4 motivos mais comuns para o seu site não gerar rendimentos. 

1. Textos Inadequados

Antes de pensar na palavra inadequados como algo negativo, nem sempre pode ser assim. O problema é que o conteúdo pode não encaixar com o seu site. Como assim? 

As técnicas de marketing digital, especialmente as de rankemento, são rígidas quanto a qualidade do conteúdo. Entretanto, elas não garantem os resultados. Por isso a importância da análise minuciosa das métricas. 

Existem algumas das inadequações que podem ser facilmente solucionadas.

Linguagem

Um texto inadequado pode ser na questão da linguagem. Por exemplo, o seu site tem um layout e propósito ligado a um público jovem, mas a linguagem utilizada é formal demais. Ou então, a construção fica cansativa, pelo uso exagerado das técnicas do SEO. 

Tudo isso faz parte da linguagem e pode ser solucionado de forma simples. 

Uma boa pauta deve conter a linguagem e as personas a quem se adequar. Saber como atingir o seu público é essencial e ter redatores experientes também. Mas nem sempre redatores experientes significam aqueles com um portfólio gigante. Basta ter atenção e capacidade de compreender exatamente onde você quer chegar e que conteúdo quer entregar. 

O que pode estar faltando, se este for o seu caso, é uma troca de informações e pequenas mudanças no texto. Porque pode não parecer, mas o leitor é rendido pelos detalhes, especialmente no tempo de informações rápidas e curtas. 

SEO 

Outra possibilidade é o problema estar ligado ao SEO. Dentro dele existem duas opções, ou o SEO está sendo feito incorretamente ou ele é feito de forma que atrapalha a fluidez do texto. 

Quando o SEO é feito incorretamente não gera o tráfego esperado. Nesses casos é comum que o site tenha um conteúdo interessante, mas a construção esteja incorreta. Existem regras básicas a serem cumpridas pelo redator. 

Algumas delas são: o número de palavras por frase, nada de períodos longos; o uso de itens de ligação. E, o mais conhecido é o uso da palavra-chave pelo texto.

Não adianta utilizar o SEO corretamente se seu conteúdo não é relevante, um dos requisitos mais importantes para os buscadores. Quanto mais original e fluído for seu texto, mais ele vai gerar resultados, não só tráfego. 

Outro detalhe importante para se comentar é que manter o leitor naquela página também melhora o ranking do mesmo.

A solução em ambos os casos é buscar um profissional que saiba mais que teorizar o SEO. Utilizar ferramentas de métrica, como é o caso Yoast é prático para melhorar exatamente o necessário. 

E sempre passar os textos em um software anti-plágio garante o ranking da página e o tráfego fluído. 

2. Itens sem importância

Antes foi falado sobre a construção do texto, agora está se tratando do seu conteúdo. Não só a falta de plágio mede a importância de um artigo, mas o que ele entrega ao leitor. 

Quando construímos um texto é importante saber para quem ele é e a motivação principal. Essa motivação é definida a partir do uso das palavras-chave combinadas a uma problemática. 

Por exemplo, em um texto com o tema “porque devemos escovar os dentes”. O problema que será abordado está no título, mas o texto pode não sair do que todos já sabem como cáries, mau hálito. Esses seriam itens sem importância por não agregam nada ao leitor. 

Em contrapartida, saber desenvolver bem o tema e apresentar novas ideias é difícil, mas recompensado em números. 

Não precisa, necessariamente, entregar uma descoberta científica. Basta entregar um conteúdo como “ bactérias podem invadir outros órgãos”, “a importância dos dentes na digestão”. Não foi nada revolucionário, mas criativo e diferenciado. 

3. Conteúdo que não tem foco em Marketing

Ao pensarmos em marketing digital para sites muitos pensam somente em SEO. Mas não é sobre isso que se trata o texto. Existem diversas técnicas aplicadas ao texto, mesmo que nem sempre a construção dele. Alguns exemplos são: funil de vendas, copywriting, storytelling, entre outros. 

Especificamente o funil de vendas deve estar presente em todas as construções textuais. Não só pela sua importância para criação de uma lógica dentro do conteúdo apresentado, como estratégia de marketing digital. 

Funil de vendas

O funil de vendas é uma técnica que garante atrair novos públicos e manter o seu mercado sempre aquecido. Ele trabalha da seguinte forma, primeiro com a criação de conteúdos com interesses diversos, não relacionado diretamente com o seu material. 

Não é uma perda de foco, mas um aumento na visão geral do seu negócio. Você cria com esses textos um problema que o leitor podia não se incomodar diretamente. Exemplo, o seu blog é sobre alimentação saudável e você começa a lançar conteúdos com palavras-chave mais amplas. Por exemplo, sobre alimentação no geral.

Então você gera conteúdos analisando alimentos, no geral. O público começa a se interessar e parte para outro propósito, apresentar os problemas de uma alimentação não saudável e o quão fácil é mudar. É importante apresentar dicas e gerar a fidelização do cliente. 

Depois vem o fim do funil, sendo ele o público que sabe que precisa mudar, quer mudar e não sabe como. Você então tem o seu público, apresenta para ele um conteúdo mais personalizado com dicas reais e palavras-chave mais específicas.

4. Imagem do seu site

Por fim, se seu conteúdo é relevante e você não consegue fidelizar seus leitores, talvez o problema seja o visual. A importância do layout e da organização do seu site é indescritível. Primeiro que ele deve combinar com o seu público e depois para facilitar a entrega de informações.

Quanto mais fácil e prático for de mexer e entender a organização, mais textos o seu leitor pode ler e comentar. Por exemplo, se seu site tiver suporte mobile você garantirá que seu conteúdo vai chegar a qualquer momento ao leitor. 

Outra questão é verificar se seu texto tem um link ligado a outros, garantindo uma continuidade na entrega do conteúdo. 

São questões simples de solucionar e que fazem uma diferença grande em quem consegue se manter nesse mercado com concorrência. 

Gostou das dicas? O que você precisa mudar em seu site para melhorar seus rendimentos? Para mais conteúdos assim acesse Web Trends

Compartilhe nas redes sociais!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *