6 dicas de como escolher a plataforma e-commerce mais favorável para a sua indústria

with Nenhum comentário

Se você está pensando em fazer o desenvolvimento de loja virtual para o seu negócio, é normal que esteja com dúvidas sobre qual plataforma e-commerce escolher. 

Você pode vender qualquer coisa online através do comércio eletrônico, desde guloseimas para cães até aulas de ioga. E é por isso que tantos donos de empresas têm uma loja online.

As vendas na internet não param de crescer. Inclusive, estima-se que as vendas online devem superar US$ 6 trilhões até 2024. Portanto, o que quer que você esteja vendendo, iniciar um negócio de comércio eletrônico é uma maneira rápida e fácil de gerar vendas. 

No entanto, fazer a escolha certa da plataforma e-commerce que utilizará tem um grande peso para que consiga atingir os seus objetivos. 

Pensando nisso, neste artigo, daremos algumas dicas importantes sobre o que você deve analisar antes de escolher uma plataforma para a construção da sua virtual. Confira a seguir! 

Fatores a considerar ao escolher uma plataforma e-commerce

Existem diversas opções de plataformas para criação de sites — site institucional, e-commerce, etc. — disponíveis no mercado. Entretanto, é muito importante escolher a que melhor atende às necessidades do seu negócio. 

Dito isso, aqui estão alguns fatores essenciais que você precisa considerar ao selecionar sua plataforma de comércio eletrônico. 

1. Planos de preços e opções de pagamento

Escolha o melhor plano para sua plataforma de loja de comércio eletrônico. Administrar um negócio com sucesso começa com um bom orçamento. A maioria dos sites tentará distraí-lo com recursos sofisticados e serviços personalizados. Porém, escolha a opção que entrega apenas o que você precisa. 

Os planos de preços podem ser muito bons e ainda assim serem verdadeiros. Mas é uma boa ideia comparar cada nível de preço com suas futuras metas de negócios online. Então, questione-se: 

  • Existem complementos de marketing específicos que você precisa?
  • Quais recursos ou serviços podem esperar até mais tarde?
  • Quais recursos custam dinheiro em um nível, mas não em outro?
  • Você precisará de um designer de sites ou ferramentas de pesquisa de mercado?
  • Você precisa de recursos específicos do carrinho de compras?

Agora vamos olhar para o outro lado da moeda. O pagamento é o último passo para seus clientes, é importante que suas transações sejam simples. Compare a experiência do carrinho de compras em cada plataforma para ver qual é a mais fácil de usar.

Perder uma venda de um carrinho de compras com defeito é um grave erro, mas é facilmente evitável. A seguir estão algumas questões que você deve observar: 

  • Eles permitem todas as transações que você precisa?
  • Você quer um gateway de pagamento?
  • Eles oferecem pagamento através de mídia social?
  • Eles têm taxas para processar pagamentos?
  • Eles oferecem os serviços de transporte certos?

2. Suporte

Quando as coisas dão errado, e acredite, as coisas podem dar errado, o fornecedor fornecerá o suporte necessário para ajudá-lo a resolver o problema ou questão? 

Sempre procure fornecedores que forneçam suporte de emergência 24 horas e possam ser contatados por meio de diferentes canais, incluindo e-mail, bate-papo online e telefone.

3. Escalabilidade

Se você tem metas de crescimento para a sua empresa, precisa utilizar uma plataforma que será capaz de atender suas necessidades quando o seu negócio estiver muito maior. 

Sua plataforma de comércio eletrônico é o hub central do seu negócio. Portanto, uma plataforma difícil de escalar pode atrapalhar o crescimento do seu negócio.

4. Facilidade de SEO

As plataformas de comércio eletrônico que vêm com recursos abrangentes de SEO permitirão que seu site de comércio eletrônico tenha uma classificação alta nos resultados dos mecanismos de pesquisa, como o Google. 

Fatores importantes a serem considerados ao procurar uma plataforma de comércio eletrônico amigável para SEO incluem:

  • Adicionar um blog à sua plataforma de comércio eletrônico;
  • Usar seu próprio nome de domínio;
  • Permitir que os clientes deixem comentários;
  • Permitir a integração de plugins para análise de SEO. 

É extremamente importante certificar-se de que a plataforma possui recursos voltados para a aplicação de técnicas de SEO para e-commerce

5. Compatibilidade com dispositivos móveis

As chances de você estar lendo isso no seu telefone são altas. As chances de seus clientes fazerem compras em seus telefones são ainda maiores.

Pode parecer uma dica óbvia, mas a visualização móvel é muito negligenciada durante o design da página. Então, tenha em mente que você precisa utilizar um sistema de comércio eletrônico que faça sua loja ficar linda em todos os tamanhos de tela. 

Considere quais recursos móveis você precisa com base em seus produtos ou serviços. A compra e a venda de seu telefone chegaram para ficar, portanto, certifique-se de que seu site atraia clientes na tela pequena.

6. Segurança nas transações em primeiro lugar

Você não quer parecer superficial, e isso começa escolhendo uma plataforma de comércio eletrônico segura. Ela deve seguir todas as regras para que seus clientes se sintam seguros ao entregar seus números de cartão de crédito.

Não se esqueça do óbvio. Mantenha-se protegido contra ataques de software. As empresas do setor de comércio eletrônico também não devem fazer coisas como vender suas informações ou roubar sua identidade. 

Portanto, procure por uma plataforma e-commerce que seja reconhecida por oferecer soluções de proteção e segurança, tanto para você quanto para os seus clientes. 

Últimas considerações

As vendas online estão cada vez maiores, e a tendência é que continue assim nos próximos anos. Os consumidores estão na internet, e você precisa investir em uma boa plataforma e-commerce para que o seu negócio seja encontrado. 

Neste artigo, citamos algumas dicas importantes sobre recursos que você deve analisar no momento de escolher uma plataforma para comércio eletrônico. 

Por fim, tenha em mente que a plataforma deve atender tanto às necessidades do seu negócio quanto dos seus clientes.