8 tendências no setor industrial para os próximos anos

with Nenhum comentário

A indústria 4.0 no mundo já é uma tendência firmada. Gerou (e ainda está gerando) diversas transformações digitais na indústria, o que nos faz questionar: quais são as tendências no setor industrial para os próximos anos?

Uma tendência é o faturamento. Segundo a consultoria IDC, até esse ano, pelo menos 50% do PIB mundial será digitalizado. Isso é estimulado pela transformação digital ao qual as empresas passam.

E quais são as tendências de mercado para os próximos anos? Prossiga com a leitura do artigo e saiba mais agora!

8 tendências no setor industrial para os próximos anos: o que esperar?

“A indústria atual já é bastante avançada tecnologicamente, mas esse avanço tecnológico é desigual. O que se espera é uma democratização tecnológica.”

As tendências de mercado para os próximos anos já podem ser bem definidas agora, não sendo tão distantes. Algumas delas já estão na boca do povo: inteligência artificial e cibersegurança, por exemplo.

Vamos entender agora essas tendências da tecnologia industrial!

Indústria 4.0 no mundo

A Quarta Revolução Industrial surgiu no mundo com uma proposta: fazer as fábricas terem mais eficiência, flexibilidade e personalização de produtos. Com isso, a indústria 4.0 no mundo busca tornar o setor mais lucrativo.

A tendência é que as tecnologias dessa revolução se espalhem mais pelos países e, principalmente, pelo Brasil. Além disso, novas carreiras se estabelecerão com a indústria 4.0, como:

  • Mecânico especialista em telemetria;
  • Mecânico de veículos híbridos;
  • Etc.

Inteligência artificial

A Inteligência Artificial já é uma realidade na indústria atual, mas se tornará ainda maior nos próximos anos. Ela é útil para otimizar as instalações da indústria 4.0 e também para construir cidades inteligentes.

Ela também terá seu papel como assistente virtual, se tornando cada vez mais precisa no diálogo com usuários. Também assumirá mais tarefas com mão de obra física, mas não se preocupe: segundo a Gartner, a IA vai gerar mais empregos do que eliminar.

Com isso, a tendência é que ocupe mais cargos profissionais nos próximos anos.

Internet das Coisas (IoT)

Uma das tendências de mercado para os próximos anos é que cada vez mais objetos sejam conectados à Internet das Coisas. E o que é isso? Trata-se de uma tecnologia capaz de conectar itens cotidianos à rede mundial de computadores.

Junto da Inteligência Artificial, contribuirá para que cada vez mais as máquinas e sistemas possam operar sozinhos. Por exemplo, imagine a fabricação de produtos aço inox pela Oficinox sendo realizada via web? A qualidade se mantém, mas o trabalho é otimizado!

Big Data Analytics

Todas as tecnologias citadas até aqui geram montanhas de dados por segundo – e esses dados são relevantes para melhorar a indústria. Através do Big Data, será possível cruzar informações, fazer correlações entre dados e estipular tendências.

Basicamente, a indústria poderá “prever” o futuro. Por isso, há mais uma tendência dentro dessa tendência: uma busca maior pela indústria por cientistas de dados, além de engenheiros e estrategistas de dados.

Maior cibersegurança

Conforme é maior a digitalização da indústria, maior é a preocupação com os dados no meio digital. Os riscos de ataques cibernéticos aumentarão e, segundo as tendências, as medidas de cibersegurança também.

Será maior, com o passar dos anos, o número de medidas contra falhas e ameaças de segurança nas fábricas digitais, cidades inteligentes, etc. Isso é essencial para não ocorrer a interrupção de serviços da indústria.

Maior automação industrial

A tecnologia industrial permitirá uma maior automação industrial nas empresas. E o que é automação industrial? Trata-se do uso da análise tecnológica nas tarefas realizadas por mão de obra humana.

Com isso, visa ampliar a qualidade e segurança de um produto/serviço, combinando a mão humana e a da máquina. Segundo a Transparency Market Research, é esperado que o mercado de automação industrial cresça cerca de 6,6% ao ano até 2024.

Energia renovável

O uso de energia renovável já é uma tendência para a indústria atual. Segundo a ONU, a energia é responsável por cerca de 60% das emissões globais de gases do efeito estufa.

Para reverter esse quadro, vários países têm investido em fontes renováveis, ou seja, uma energia limpa. Essa é uma obrigação nacional e a indústria precisa seguir essa linha.

Impressão 3D forte na indústria

É esperado que o primeiro carro produzido via impressão 3D deve entrar em produção no ano de 2022. Dessa forma, o que se imagina é que essa tecnologia firme sua presença na produção industrial.

O setor industrial, nacional e mundial, deve estar a par das novas tecnologias que surgem no mercado. Isso é uma forma básica de se manter competitivo, sendo capaz de otimizar a produção industrial.

As tendências no setor industrial para os próximos anos têm um objetivo claro: tornar a produção industrial cada vez mais efetiva!

Compartilhe nas redes sociais!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *