Confira 5 dicas de como reduzir a taxa de inadimplência no varejo

//Confira 5 dicas de como reduzir a taxa de inadimplência no varejo

Por: . Publicado: 21 de junho de 2019 | Atualizado: 11 de julho de 2019.

Se vender é importante, receber é mais ainda. Então, como reduzir a taxa de inadimplência na sua empresa?

Você já deve imaginar que o cenário no Brasil não deve revelar números muito positivos, não é?

Acertou. Os números não negam.

Recorde!

Micro e pequenas empresas batem recorde de inadimplência em março.

O número é o maior da série histórica: a inadimplência das micro e pequenas empresas (MPE) chegou a 5,4 milhões em março diante dos registros iniciados em março de 2016.

O Banco Central (BC) publicou mais dados sobre a inadimplência ao crédito do sistema financeiro no Brasil.

O país já chegou a 3,04%, ou em termos absolutos R$ 96,6 bilhões de um saldo total de R$ 3,168 trilhões de taxa de inadimplência.

São registros relativos ao mês de setembro do ano passado (2018).

Os valores não discriminam as contas em vermelho de empresas e pessoas físicas e a inadimplência diz respeito a dívidas em atraso há mais de 90 dias.

Nome no SPC

A dívida a bancos, operadoras de cartão de crédito, financeiras e leasing engloba metade (52%) dos brasileiros.

Já ouviu falar no “nome sujo” no Serviço de Proteção ao Crédito, o SPC Brasil, não já? São esses mesmo.

Efeitos das taxas de inadimplência no varejo

Infelizmente a inadimplência pode acarretar problemas sérios para qualquer empreendimento.

Veja alguns exemplos:

  • FALTA DE SEGURANÇA PARA O PLANEJAMENTO FINANCEIRO: sua equipe ficará com sérias dificuldades para estruturar planos e decisões financeiras, já que para isso teria que ter a certeza de um montante entrando para investir. E essa certeza não existe. Então, como dar o próximo passo?
  • ATRASO NO PAGAMENTO DE FORNECEDORES: atrasa de lá, atrasa daqui. Você não está recebendo, então como irá pagar seus fornecedores? Perderá a confiança e, pior, a sua matéria-prima, acarretando diretamente no seu produto ou serviço.
  • DEMISSÃO DE FUNCIONÁRIOS: é possível que fique mais complicado arcar com os pagamentos de todos os funcionários. Sua equipe também começa a ficar desfalcada.

Mas calma!

Não deixe nada disso acontecer.

As cinco dicas abaixo são muito importantes para o seu negócio.

#Dica 1 – Tente, ao máximo, receber à vista

Se a pessoa pagar à vista, as chances da sua empresa sofrer um calote são eliminadas. Isso porque a pessoa já efetuou o pagamento total do valor da compra.

Neste caso, o que sua empresa está exposta ainda é a fraude chamada cancelamento. Para não ter prejuízos com ela, basta fazer o controle financeiro para detectar a sua ocorrência e contestar junto à operadora de cartão.

O pagamento à vista acaba simplificando a organização da vida financeira do seu negócio. Afinal, na hora de fazer o controle financeiro vai ter que conferir apenas uma vez esta compra.

Se você quer atrair o seu público para escolher esta opção, a dica é oferecer um desconto que seja bom para ele e que não te deixe no prejuízo.

#Dica 2 – Escolha boas datas de vencimento

Fique atento às datas de vencimento dos pagamentos dos clientes.

Isso porque você precisa criar um fluxo de caixa seguro para o seu empreendimento.

Qual é a data de pagamento dos seus custos fixos?

Custos fixos são despesas que sua empresa deve pagar todos os meses, contas em geral, por exemplo.

Se suas contas vencem no final do mês, todo dia 25, por exemplo, é interessante que o pagamento dos clientes caia apenas um pouco antes disso para criar uma margem de segurança.

Assim, você também não fica inadimplente.

#Dica 3 – Faça conciliação de cartão

Por mais que você dê prioridade ao pagamento à vista, oferecer o parcelamento aos clientes também é importante.

Afinal, não é todo mundo que vai conseguir pagar de uma só vez e você não quer perder vendas.

E agora? E se eu não receber as parcelas negociadas?

O que a sua empresa deve fazer é uma conciliação de cartão, ou seja, conferência automatizada de todas as vendas com cartão de crédito, débito ou benefícios, se foram pagas pelas operadoras e se estão na data certa também.

A conciliação bancária mostra o que a operadora de cartão credita todos os dias em suas contas bancárias. Nesta etapa, é possível conferir se você recebeu todas aquelas vendas que foram registradas no primeiro passo (conferência de vendas). Assim, você confronta a previsão de pagamento da operadora com o que realmente recebeu.

#Dica 4 – Avise ao cliente antes do atraso

Quem nunca esqueceu de pagar uma conta antes da data de vencimento?

Isso pode acontecer com seu cliente. Está na hora de dar uma ajudinha, então.

Crie um sistema de cobrança eficaz em que o objetivo seja não deixar que o seu cliente se torne inadimplente.

Convenhamos, é melhor prevenir do que remediar, ou seja, é melhor avisar antes do que cobrar após a data de vencimento.

Avisando perto da data, fica mais fácil deixá-lo informado dos pagamentos que devem ser cumpridos.

#Dica 5 – Seja educado na hora de cobrar a dívida

Muitas pessoas se sentem desconfortáveis quando precisam cobrar alguma dívida. Não é uma situação muito agradável mesmo.

O receio dela ficar chateada ou com sentimento de mal compreendida muitas vezes faz com que essa ação seja evitada.

O mesmo pode acontecer no seu empreendimento.

Mas atenção! Não deixe de cobrar. Basta ser educado na hora de fazer isso.

Se isso ocorrer, qual é a ação ideal para se proceder? Vamos lá!

A sua empresa precisa se comunicar com o seu público através de tecnologias que eles utilizam.

O ideal é que seus colaboradores criem diversas estratégias para contatar o seu cliente. Isso utilizando os mais variados meios: Whatsapp, telefone, e-mail e SMS.

E se o cliente precisar gerar um boleto novamente?

Isso é muito importante. Você deve disponibilizar um meio para que ele faça isso rapidamente.

Assim, é possível evitar que ele deixe para resolver isso depois de formas mais complicadas, indo ao caixa, pegando filas enormes e acabe não pagando, por exemplo.

Como já deu para perceber, é essencial ficar atento constantemente às taxas de inadimplência. Analise o mais rápido possível se a sua empresa está fazendo isso.

  • Equipe Conciliadora
2019-07-11T16:33:35-03:00

Faça um Comentário

Fale com o especialista e aumente suas vendas agora mesmo!

Quero vender mais