Criação de sites: quanto custa em média?

with Nenhum comentário

Fazer site é algo que se torna cada vez mais importante para negócios de qualquer segmento e, com isso, vem o seguinte questionamento: quanto custa em média a criação de sites? 

Na verdade, o valor que você gastará para criar um site vai depender muito do seu orçamento, metas e do tipo de site que deseja. 

Além disso, o custo também vai depender de outros fatores, incluindo: valor pago no nome de domínio, serviço de hospedagem de site, tema, plugins e assim por diante. 

Outro ponto importante e que influenciará diretamente no valor é se você vai pagar para que alguém crie o seu site ou vai fazer isso por conta própria. 

Hoje em dia, é possível criar um site de forma prática através de ferramentas específicas para isso. Muitas delas tem o uso intuitivo e não existe a necessidade de ter conhecimento em programação. 

Para te ajudar a saber quanto poderá gastar ao criar seu site, neste artigo, falaremos mais sobre os fatores que impactam no valor que será gasto.

Continue a leitura e confira! 

O que você vai precisar para criar um site

Você pode pagar para que alguém crie o seu site — seja um profissional, uma agência, etc. — ou pode fazer isso por conta própria. 

Independentemente da sua escolha, é importante que entenda o que é necessário para criar um site. Veja a seguir quais são os principais requisitos para qualquer site. 

1. Nome do domínio 

O nome de domínio nada mais é do que o endereço do seu site na internet, por exemplo, www.google.com. Esse nome é a forma que os atuais e potenciais clientes irão digitar nos navegadores para acessar o seu site.  

A primeira coisa que você deve fazer é definir o nome do domínio. É importante que você utilize o nome da sua marca para que seja fácil que as pessoas se lembrem do que precisam digitar. 

Feito isso, é hora de registrar o nome. Aqui, você pode escolher em qual vai fazer esse registro, por exemplo, existe o site Registro.br, mas pode ser que a sua hospedagem de site ofereça essa opção incluída no plano que você paga. 

2. Hospedagem de site

A hospedagem de site é um serviço que funciona como a casa do site. É graças a esse serviço que você vai conseguir armazenar todo o conteúdo e os arquivos do seu site para que possa ser acessado. 

Quando um visitante tentar acessar seu site digitando seu endereço (nome de domínio), ele será direcionado aos arquivos do site, que estão armazenados no servidor de hospedagem.

Geralmente, o termo “hospedagem de site ou hospedagem na web” se refere às empresas que alugam seus servidores para hospedar sites. Com isso, fornecem conectividade com a Internet. 

Assim, a empresa garante que seu site fique disponível online 24 horas por dia. Alguns dos hosts da Web populares incluem Bluehost, GoDaddy e Hostgator. 

3. Construtor de site

Pode ser que você seja um iniciante em criação de sites ou um designer ou desenvolvedor experiente, não importa, você precisará de um bom construtor de sites.

Independentemente das habilidades que você possui, um construtor de sites te ajudará a criar seu site da maneira que você deseja. 

Além disso, um bom construtor também permite que você adicione recursos essenciais, como tags de SEO, menu de navegação, plugins e muito mais, tudo isso de maneira simples. 

Entre diversos construtores de sites do mercado, um dos mais recomendados é o WordPress. Isso porque ele é um construtor de sites flexível e muito fácil de usar.

Com ele, você obtém controle total sobre as configurações, design e funcionalidade do seu site. Existem temas que você pode usar para começar, para que não precise criar um site do zero. 

Além disso, oferece diversas opções para você personalizar e aprimorar seu site da maneira que você preferir.

Conclusão

Provavelmente você está em busca do valor exato para a construção de sites. No entanto, o preço para fazer criar seu site vai depender muito de diversos fatores. 

Pode ser que você pague para que alguém faça o site, ou pode ser que você queira fazê-lo sozinho. Essa primeira decisão já pode fazer uma grande diferença no custo do site. 

Ao criar o site por conta própria, você pode gastar menos, mas também é importante lembrar que precisará cuidar de todos os detalhes. 

Se preferir pagar para que alguém crie, pode ser que você escolha um profissional que não atua a muito tempo no mercado ou uma agência que possui uma extensa lista de clientes. 

Tudo isso vai influenciar no custo que você terá para criar seu site. Portanto, avalie as opções disponíveis e escolha a que melhor se encaixa no seu orçamento. 

Tenha em mente que o seu site vai representar a sua empresa, então, certifique-se de ele terá qualidade. 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *