Internet das Coisas (IoT): conheça este pilar da tecnologia que transforma casas e indústria

with Nenhum comentário

A cada dia que passa a tecnologia avança cada vez mais para um futuro onde tudo estará mais conectado e de fácil acesso para todos. E uma das maiores inovações tecnológicas do momento é a Internet das Coisas, também conhecida como IoT.

Essa importante tecnologia promete deixar nossas vidas mais conectadas com simples objetos do nosso cotidiano como, por exemplo, as geladeiras que estão ficando cada dia mais inteligentes.

Conheça o que é a Internet das Coisas neste artigo e como ela poderá influenciar nosso cotidiano — em um futuro mais próximo do que se imagina.

O que é a Internet das Coisas (IoT)?

A Internet das Coisas promete deixar os objetos de um local mais conectados. Ela é um estágio diferente da internet onde itens comuns passam a ter uma interação maior com os humanos.

Com ela, os equipamentos mais analógicos possíveis passam a se conectar com a internet e a receber sensores que facilitam a nossa forma de interagir com eles, o que possibilita que as tarefas do cotidiano possam ser mais simplificadas, pois sempre teremos um assistente ao nosso lado.

A IoT é geralmente confundida com a Inteligência Artificial, mas é importante ressaltar que essas duas tecnologias têm funções distintas. Enquanto a Internet das Coisas está preocupada em tornar os objetos mais conectados, a Inteligência Artificial tem a função de fazer com que as máquinas imitem o cérebro humano a partir de dados recebidos, que permitem que respostas sejam geradas ao ambiente.

Por mais que elas sejam confundidas, é importante notar que as duas tecnologias trabalham juntas, onde a Internet das Coisas gera dados que a Inteligência Artificial filtra para poder emitir uma resposta ao ambiente.

Podemos pegar como exemplo uma geladeira inteligente, onde a Internet das Coisas vai analisar os dados que seriam os alimentos contidos nela, e a Inteligência Artificial vai conseguir filtrar e relacionar esses dados para alertar o morador de que está na hora de fazer compras novamente.

Como ela funciona?

Para a Internet das Coisas funcionar ela precisa de objetos comuns do nosso cotidiano que consigam se conectar à internet. Isso é possível quando estes itens estão devidamente equipados com chips, como os que colocamos nos celulares que permitem receber o sinal da internet.

Com os chips, esses objetos têm a possibilidade de se comunicar entre eles e trocar informações relevantes, que ficam armazenadas na nuvem e depois são transformadas em algum comando específico e personalizado para a pessoa que o está utilizando.

Dessa forma, todos os objetos de um local podem virar mini computadores, onde eles conseguem realizar atividades que suas versões mais analógicas não conseguiam, sem depender de uma ação humana para isso acontecer.

Impacto da IoT nas residências

Por mais que a Internet das Coisas prometa realizar grandes feitos no nosso cotidiano, pode ficar complicado imaginar como isso é realizado na prática. Por isso, separamos abaixo os principais locais em nossas residências que já podemos ver o impacto da IoT.

Controle mais inteligente da entrada

Quem mora em condomínios residenciais, pode fazer um bom uso dessa tecnologia para controlar a entrada de moradores e visitantes. A partir de sensores de presença é possível ver a movimentação de pessoas, além do sistema de entrada do local poder ser de reconhecimento facial ou biométrico, ou por aproximação de outro objeto como as chaves e o próprio smartphone.

Lâmpadas inteligentes

Outro uso bem comum da Internet das Coisas é o controle das lâmpadas residenciais, que se tornaram mais inteligentes por poderem ser acionadas a partir da voz. É possível controlar o momento do dia em que podem ser ligadas e configurar determinados comandos de voz para alterar a sua cor em ocasiões especiais.

Acesso remoto a objetos residenciais

Este é um ótimo recurso da Internet das Coisas que permite que os moradores de uma residência possam controlar os objetos da casa de forma remota, a partir de um dispositivo móvel conectado à internet. Dessa forma é possível controlar:

  • a temperatura do ar condicionado;
  • ligar ou desligar a televisão;
  • abrir ou fechar as cortinas;
  • ver o que tem na geladeira para comprar o que falta;
  • acionar a irrigação do seu jardim;
  • ligar ou desligar as lâmpadas;
  • monitorar as câmeras de segurança do seu imóvel.

Economia de recursos

A Internet das Coisas também dá a possibilidade de ajudar a economizar e promover maior sustentabilidade na residência. Existem dispositivos no mercado que podem ser programados para economizar o consumo de energia e água, onde eles medem os pontos altos de consumo na residência e avisam o morador quando ele pode ser diminuído, promovendo assim uma economia nos gastos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *