LGPD a indústria: o que é e como preparar sua empresa

with Nenhum comentário

Para garantir que o seu negócio esteja alinhado a todas as normas presentes no mercado, é preciso observar com atenção todas as mudanças que possam ocorrer nesse sentido, o que engloba, por exemplo, a recente aplicação do conceito de LGPD a indústria.

É importante acompanhar a importância que o mercado dá à questão da proteção dos dados dos usuários, algo que sempre teve importância na área comercial, porém isso vem se expandindo, assim como a presença desse tipo de informação.

Resultado da expansão dos canais digitais, onde tanto as empresas como o público podem hoje interagir através de uma única plataforma, o que é necessário para as mais diversas ações, com destaque para as possíveis atividades comerciais a serem executadas.

Existe a possibilidade em que um usuário pode pesquisar pelos serviços da indústria de etiquetas adesivas para fornecer adesivos para o empacotamento dos seus produtos, tudo por meio da internet, incluindo a realização de um contrato com tal tipo de companhia.

Relação que acaba por envolver um número enorme de dados a serem disponibilizados por esse comprador interessado, para que seja possível realizar tal compra, assim como cadastrar os seu perfil em tais lojas digitais para acompanhar seu pedido.

E tamanha a expansão das atividades comerciais na internet, tornou-se necessário novas técnicas de segurança em relação ao manuseio desses dados, o que inclui também o setor industrial, sendo importante compreender a função da LGPD.

A que se refere a LGPD?

A LGPD, sigla para Lei Geral de Proteção de Dados, trata-se da aplicação de uma série de conceitos voltados a manter a segurança das informações a serem compartilhadas na internet, uma proteção devidamente estabelecida pela lei de nº 13.709/2018.

Entre as diretrizes abordadas por essa lei, é importante destacar aos usuários a propriedade que eles possuem acerca de seus dados, sendo preciso contar com a sua permissão para analisar qualquer tipo de informação que possa estar associada a esse navegador.

O que inclui o uso de cookies, softwares de programação instalados no navegador de tal usuário, acompanhando assim as suas páginas de navegação, enquanto ele pesquisa pelos serviços de uma empresa de montagem mecânica industrial em seu site institucional.

Isso além de outras atividades como:

  • Sites acessados;
  • Tempo em uma página;
  • Número de cliques;
  • Visualizações de vídeos.

O estudo desses dados pode levar tal companhia a compreender melhor o comportamento dos seus possíveis clientes, levando tal empresa a desenvolver uma estratégia mais assertiva, capaz de trazer mais consumidores para o seu negócio.

Mas para continuar a utilizar tais dados, cabe ao setor industrial saber como se adequar às regras recém estabelecidas pela LGPD, já que aos poucos ela começa a ser exigida no mercado como um todo.

É importante então saber como adequar os seus negócios a essa aplicação.

Como adotar essa estratégia na indústria?

Para garantir que uma empresa de projetos hidráulicos esteja pronta para lidar com as normas estabelecidas pela lei de proteção de dados, tal companhia deve começar por um estudo amplo de todas as normas estabelecidas em relação a essa lei.

Pois é a partir deste estudo que é possível definir um plano estratégico de otimização da companhia, atuando para resolver qualquer tipo de problema a esse manuseio dos dados do seu público para se certificar de que esse trabalho esteja sendo feito corretamente.

O que engloba não só os clientes de um negócio, mas também os seus parceiros comerciais, assim como seus fornecedores, todos devendo permitir o uso dos seus dados, para que seja feita qualquer tipo de ação que envolva essas informações.

E para elaborar um plano de ação nesse sentido, assim como para mapear qualquer tipo de risco que se mostre presente na gestão de um negócio na indústria, é importante contar com o auxílio de profissionais especializados nesse tipo de serviço.

Seja ao contratar uma equipe capacitada ou contratar pelos serviços de uma companhia que atue com esse tipo de gestão de dados.

Tudo de forma a se assegurar em que um fornecedor de rótulos para industria não seja penalizado pela LGPD por simplesmente não entender corretamente sobre o funcionamento desse setor em particular.

Inclusive, de acordo com os dados levantados em uma pesquisa feita pela consultoria Alvarez & Marsal em parceria com a ABNT, foi descoberto que as empresas financeiras foram as que mais se adequaram a tais regras, tendo maior sucesso com a estratégia.

Dado importante, ainda mais comparado com as informações obtidas pela empresa BluePex, que em julho de 2021 apontava que somente 4% das companhias estavam alinhadas à LGPD.

Para evitar que o setor industrial seja multado nesse sentido, é preciso que as companhias do setor também tenham atenção à lei de proteção de dados para realizar um trabalho seguro para todos os envolvidos, com destaque aos seus clientes.
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.