Margem e Markup: Diferenças e Como calcular

with Nenhum comentário

Junto com os novos negócios que surgem, novos gestores ou pelo menos novos modelos de gestão, também são notáveis. A união da tecnologia e a velocidade de informações – hoje muito comuns em plataformas em nuvem e aplicativos, permite muito mais acesso a ferramentas de gestão e consequentemente, o preparo das empresas em avaliar seus números e resultados. 

Na hora de precificar os produtos, é comum que os gestores se deparem com inúmeras dúvidas, afinal, a formação do preço de venda depende de aspectos como: demanda, concorrência, oferta e as condições de mercado; logo, isso precisa ser feito de maneira correta e inteligente, já que o objetivo principal da maioria das empresas é gerar lucro.

Nesse contexto, falaremos hoje sobre margem e markup, suas diferenças e como calcular cada uma. 

Margem x Markup

É comum que ambos os termos sejam interpretados como sinônimos, mas embora eles sejam utilizados para o cálculo de lucratividade, são indicadores diferentes. 

A principal diferença entre esses dois métodos de cálculo, são, resumidamente que: 

  • o markup está associado ao custo; 
  • a margem está associada ao preço de venda; 

Composição do Custo

Importante: sabemos então que o markup está associado ao custo, certo? Por isso, é importante compor esse custo da forma mais completa possível, considerando: 

  1. Impostos sobre vendas (exemplo: alíquota paga mensalmente sobre o faturamento);
  2. Despesas administrativas fixas (exemplos: telefone, internet, salários, benefícios, manutenções, honorários, segurança, etc); 
  3. Despesas de vendas fixas (exemplos: comissões, embalagens, fretes, marketing, etc; 
  4. Custos indiretos de produção fixos (terceirizados, transporte, armazenagem, etc); 
  5. Taxas variáveis sobre vendas (exemplos: outras taxas, encargos e acréscimos);

Agora, vamos conferir na prática essa diferença?  

Markup 

O que é Markup? É o percentual calculado sobre o custo do produto para se chegar ao preço final de venda. 

Pra quê serve o Markup? Pra indicar a relação entre custo (de produção ou distribuição) de um bem ou serviço e seu preço de venda.

Fórmula de cálculo do Markup:

MKP = [Percentual total de seu preço de venda – (Despesa variável + Despesa fixa + Lucro)]

Vamos a um exemplo prático? Renato tem um comércio de pet shop em Curitiba, e precisa precificar o pacote de ração de 5kg para cães adultos. Somando impostos e comissões, Renato paga hoje 12%. As despesas fixas do seu negócio giram em torno de 8% e ele pretender ter um lucro de 20% com a venda dessa ração. Observe a estrutura do cálculo:

MKP = 100 / [100 – (12 + 8 + 20)]

MKP = 100 / (100 – 40)

MKP = 100 / 60

MKP = 1,666

Desta forma, Renato encontrou 1,666 como índice de markup. Com esse valor, Renato irá definir o preço de venda do seu produto, aplicando o seguinte cálculo:
PREÇO DE VENDA = CUSTO DE VENDA x MARKUP, sendo então: 

20 x 1,666 = R$ 33,32

Logo, Renato concluiu que para garantir lucro na venda do pacote de ração de 5kg, o preço praticado deve ser de R$ 33,32.

Margem Bruta

O que é Margem Bruta? É a porcentagem de lucro obtido com a venda.

Pra que serve a Margem? Para prever um ganho pra cada produto e consequentemente para a empresa.

Fórmula de cálculo da Margem: 

MARGEM BRUTA = (PREÇO – CUSTO) / PREÇO x 100

Utilizando os mesmos números do exemplo anterior, do pet shop do Renato, temos: 

MARGEM BRUTA = (33,32 – 20) / 33,32 x 100

MARGEM BRUTA= 13,32 / 33,32 x 100

MARGEM BRUTA= 0,399 x 100

MARGEM BRUTA= 39,97%

Logo, Renato pode concluir que vendendo o pacote de ração por R$ 33,32 sua margem bruta de venda será de 39,97%.

Qual a melhor opção? 

Você não precisa “escolher” qual a melhor opção pro seu negócio, já que as duas, são de fato, métricas de análises diferentes, conforme o início do texto. Cada uma tem suas particularidades e podem servir melhor pra você; o mais importante é saber da principal diferença entre elas e como seu cálculo é aplicado. Uma, te auxilia a formar o preço de venda de um item – markup – a outra indica quanto você lucrou com a venda do respectivo item – margem. 

Conclusão

O markup ajuda a indicar o custo de produção e distribuição de um produto ou serviço, detalhando todos os gastos antes de colocá-lo pra vender. Enquanto a margem, está associada ao ganho bruto sobre as vendas. 

Esses e outros índices financeiros, ajudam as empresas a terem uma noção precisa de como e quanto podem praticar descontos, negociações e ofertas, sem ter prejuízo ou sofrer com a concorrência e ainda prejudicar as estratégias da equipe comercial. 

Para tanto, o profissional ou responsável que sabe a principal diferença dessas métricas, tem a segurança de calculá-las, mas principalmente, de aplicar e avaliar qual melhor se adapta ao seu negócio e facilita a tarefa de precificar produtos e avaliar o lucro no final de cada período.

Conteúdo produzido por Patrícia Novak da Distribuidora Eficaz Sistemas

Compartilhe nas redes sociais!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *