Redes sociais para indústria: Entenda por que vale a pena apostar nelas

with Nenhum comentário

É fato que a vasta maioria das empresas estão com presença nas mídias sociais. No entanto, também é verdade que grande parte delas trabalha diretamente com o público consumidor. Mas e para quem não faz isso? Será que vale a pena apostas nas redes sociais para indústria?

Por exemplo, uma companhia que processe minério de ferro no Brasil deve estar no Facebook? Há espaço para uma fábrica de sacolas no Instagram? Uma produtora de papel se dará bem no Twitter?

A resposta para essas perguntas é “Sim!”. De fato, há espaço nas redes sociais para indústria. Em resumo, o marketing digital para empresas de qualquer segmento é muito importante. Se você não acredita, continue a leitura do artigo para entender o porquê disso!

As redes sociais contam com uma quantidade imensa de usuários

O Brasil é um dos países que mais usa redes sociais no mundo. No Facebook, são pelo menos 127 milhões de usuários ativos mensalmente. No WhatsApp são outros 120 milhões. O Instagram tem 65 milhões. E o LinkedIn? 45 milhões. Já o Twitter conta com 30 milhões.

Ou seja: há uma variedade enorme de pessoas nas redes sociais. Dá para dizer com segurança que pelo menos 9 em cada 10 dos seus clientes está em pelo menos 1 rede social. Talvez mais do que uma. Isso significa, por dedução, que 9 em cada 10 dos seus próximos clientes também devem estar nessas plataformas.

Quem trabalha com o departamento de compras das empresas sabe que eles são gerenciados por pessoas. Seus clientes não são CNPJs, mas sim CPFs com nomes, sobrenomes, interesses em particular e que estão nas redes sociais.

Essas plataformas deixaram de ser lugares para reencontrar amigos ou postar fotos. Passaram a ser espaços para se informar e tomar decisões de compra. Por isso, é essencial ter uma estratégia de redes sociais para indústria. Os seus potenciais clientes estão por lá e eles querem saber de você, conhecer seus produtos e serviços.

Existem muitas ferramentas úteis em redes sociais para indústria

Antigamente, as redes sociais eram espaço para fazer comentários, conversar com amigos e curtir fotos. Para as empresas, as ferramentas nesses ambientes eram limitadas. Esses tempos mudaram.

As redes sociais contam, atualmente, com uma série incrível de ferramentas que permite que o trabalho de indústrias fique muito mais fácil. São 2 os principais recursos disponíveis atualmente.

O primeiro deles é o de segmentação. Trata-se de uma ferramenta que permite direcionar a sua comunicação a um público específico com base em dados demográficos ou de interesses. Uma fábrica de tijolos pode, por exemplo, direcionar uma mensagem para alguém com cargo de “diretor de compras”.

A segmentação fica ainda mais eficaz com o uso do Facebook Pixel, um código que é adicionado no site da empresa e coleta dados os visitantes. Com ele, é possível criar uma persona dos interessados nos produtos da indústria e direcionar a comunicação para os usuários que correspondem ao perfil.

Na prática, isso diminui os custos de atuar com Marketing nas redes sociais, já que em vez de alcançar 1 milhão de pessoas para ter algum resultado, você pode ter um desempenho melhor falando com apenas 1000.

A segunda ferramenta importante é a implementação de chatbot para Facebook. O recurso usa de Inteligência Artificial para criar uma central de atendimento ao usuário, de modo a automatizar o marketing na rede.

Com o uso do chatbot, o próprio usuário pode navegar pelas opções de dúvidas e informações, de modo a diminuir o tempo de resposta de cada questão (uma métrica importante nas redes sociais) além de permitir que as questões mais comuns sejam respondidas automaticamente.

Isso tira peso das costas da equipe de atendimento, o que os torna mais eficientes e produtivos para a empresa, além de deixar os clientes mais contentes e satisfeitos.

As redes sociais permitem um canal direto de comunicação

Uma das vantagens das redes sociais para indústria é que elas retiram o intermediário da comunicação entre empresa e cliente. Antigamente, para poder alcançar os diretores de compras de determinadas companhias, era necessário investir em anúncios de revistas específicas de setores, em listas telefônicas e outros recursos.

Sempre havia um intermediário entre você e o cliente. Agora, a conversa pode ser direta e você pode direcionar seu conteúdo diretamente para quem quiser, sem precisar estar na TV, na revista ou jornal para ser visto.

Além de diminuir o custo no orçamento de marketing, esse tipo de ação é mais eficaz pois dialoga com um público que já tem interesse na mensagem. Por isso, os resultados são bem melhores.

Ufa, quanta coisa, não é mesmo? Deu para ver que vale sim a pena investir em redes sociais para indústrias. Com elas, é possível alcançar um público enorme e ser mais eficaz no marketing e no atendimento com ferramentas como o chatbot para Facebook e a segmentação de comunicação.

O que você achou do conteúdo? Mudou de opinião sobre o assunto? Se sim, deixe um comentário abaixo!

Compartilhe nas redes sociais!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *