CMV: saiba como fazer o cálculo das suas mercadorias!

with Nenhum comentário

O CMV é a base para entender se o seu negócio está realmente lucrando! Afinal, não é pela quantidade de clientes que você descobre se tudo está indo de mal a pior!

A sua indústria tem um alto índice de geração de leads e clientes, que estão sendo fidelizados conforme um negócio é fechado? Está conseguindo vender todos os produtos e serviços de acordo com o esperado? 

Pois saiba que somente isso não é o suficiente pra saber se a sua marca está indo bem ou mal diante da concorrência, especialmente quando o assunto é saúde financeira.

Por esse motivo, se você quer realmente descobrir se a sua indústria está conseguindo lucrar segundo as expectativas traçadas por você, é preciso considerar o cálculo de CMV, também conhecido como Custo de Mercadorias Vendidas.

Nós sabemos, o tema não é nada fácil. Por isso resolvemos escrever este conteúdo e esclarecer de uma vez por todas o cálculo CMV. Acompanhe!

O que é CMV?

Mulher segurando calculadora em cima do caderno para fazer cálculo cmv.

CMV significa Custo de Mercadoria Vendida e tem total relação com o cálculo do qual indica o valor gasto em uma determinada mercadoria. 

Sem deixar de incluir o inventário de estoque, esse indicador possibilita que você descubra o valor do investimento em cima de um determinado produto ao mesmo tempo em que analisa o retorno que ele traz à sua indústria. 

Com isso, você consegue entender melhor se todos os ganhos sobre uma mercadoria estão sendo suficientes para cobrir os gastos da empresa.

Além disso, o CMV se torna essencial para desvendar o lucro bruto de uma venda, uma vez que alguns descontos são desconsiderados pelo cálculo, sendo feitos em um outro momento. 

Para que a sua gestão financeira seja extremamente detalhada, você precisa de bons motivos para realizar o cálculo CMV. Veja abaixo. 

Por que fazer o cálculo CMV?

Simplesmente pelo fato de descobrir quanto foi investido para a fabricação de uma determinada mercadoria, considerando também o valor do retorno à sua indústria. 

Não à toa, hoje o CMV se tornou um dos indicadores fundamentais para uma gestão financeira de qualidade, apresentando uma série de benefícios, os quais podemos destacar: 

Economia de recursos

Assim que você tiver em mente quanto será gasto para que um produto seja disponibilizado, é possível apontar quais processos podem ser modificados ou excluídos para a redução do custo de produção. 

Além do mais, você tem a possibilidade de saber se o seu produto está sendo vendido por um valor abaixo da média do mercado, reajustando o preço sempre que precisar ter um retorno justo. 

Sendo assim, você precisa conhecer a fundo todos os seus produtos e fazer um ótimo controle de estoque e vendas para economizar todos os recursos possíveis. 

Planejamento de investimentos 

Como mencionamos acima, é preciso conhecer todos os gastos para a produção de uma mercadoria se você deseja obter os lucros necessários para manter o seu negócio ativo. 

Fora isso, você consegue também alcançar o nível de pessoas que sabem quais os pontos podem ser alterados para maior retorno. 

Afinal, quanto mais lucro você tiver, mais recursos a sua empresa será capaz de ter para fazer maiores investimentos. 

E não se assuste se o cálculo CMV parecer muito simples para você, mesmo que o resultado traga informações de extrema relevância para o empreendimento. 

Termos técnicos

Antes de você saber como realizar o cálculo CMV e melhorar o controle de estoque e vendas da sua indústria, vamos esclarecer alguns termos: 

Inventário 

Planilha com valores e caneta de ponta fina em cima .

O inventário, nada mais é, do um sistema que propõe estabelecer uma entrada e saída de todas as mercadorias da sua indústria. 

Para isso, é necessário que ele tenha atualizações em tempo real, como os dados do estoque vendido e adquirido. 

Cálculo monetário 

O cálculo do tipo monetário tem total relação com a medida em valores, desprezando todas as unidades. Não à toa, serve como parâmetro para uma avaliação financeira. 

Cálculo por mercadoria

Este tipo de cálculo CMV é extremamente utilizado para o segmento de logística e operações, uma vez que realiza cálculos com base na quantidade de mercadoria dentro do estoque. 

Como fazer cálculo CMV 

Agora que você já sabe o significado dos termos que importam para o controle de estoque e vendas de qualidade, vejamos as fórmulas para a realização do cálculo CMV:

Cálculo CMV por mercadoria

Este primeiro cálculo diz respeito ao inventário de estoque da mercadoria.

Para isso, é necessário entender que o Custo de Mercadoria Vendida equivale a uma equação do EI (Estoque Inicial) somado às Compras (C), mais as devoluções das mesmas (CV), subtraído pelo Estoque Final (EF).

Assim, nós chegaremos à seguinte fórmula: 
CMV = EI + C + DC – DV – EF

Partindo desta fórmula, é possível perceber que o cálculo que será realizado é muito simples. Por exemplo: o seu Estoque Inicial é de 400, enquanto as Compras também possuem o mesmo número. 

Já as devoluções de todas as compras são de 30 e as devoluções de vendas, 40, tendo o estoque final um número de 400. 

Assim, a fórmula ficaria desse jeito:
CMV = 400 + 400 + 30 – 40 – 400 = 390

E para a realização do cálculo do CMV, é necessário utilizar a mesma fórmula, mas multiplicando os valores pelo valor unitário do item. 

Nesse caso, se o produto em questão tiver um valor de R$ 15, basta somente fazer o cálculo da fórmula apresentada, multiplicando posteriormente por 10.

Cálculo do CMV por saldo monetário

O cálculo do Custo de Mercadoria Vendida feito de acordo com o saldo monetário, ou seja, que são os valores gastos, é feito de acordo com uma fórmula parecida com a do cálculo anterior. 

A diferença, no entanto, está nos valores de devolução. 

Dessa forma, a fórmula ficaria assim: 
CMV = EI + C – EF

Seguindo a mesma lógica do cálculo anterior, multiplicando os valores por R$ 10,00, a mercadoria ficaria:

  • EI = R$ 4.000,00
  • C = R$ 4.000,00
  • EF = R$ 4.000,00

Nesse sentido, a fórmula ficaria assim: 
CMV = 4.000 + 4.000 – 4.000 = 4.000

Faça agora mesmo o cálculo CMV!

Neste conteúdo você aprendeu o que é CMV e como é feito os cálculos do Custo de Mercadorias Vendidas. 

Para recaptular um pouco, com essa técnica você consegue avaliar a real rentabilidade da sua indústria por meio de uma fórmula simples, que pode ser feita sem a ajuda de um profissional especializado. 

A dica agora é que você tente se concentrar em planejamento e verificar quais os gastos e despesas existem durante um mês para você não se perder na hora de fazer a soma do Custo de Mercadorias Vendidas. 

Sabendo disso, você com certeza irá suprir todos os gastos de relevância para a sua indústria, a fim de cometer erros e perder a rentabilidade.

Compartilhe nas redes sociais!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *