Antecipação de recebíveis: será que vale à pena?

with Nenhum comentário

A antecipação de recebíveis é um dos recursos mais procurados por pequenos empreendedores. Isso porque ele é ótimo para sanar aquela dívida mais urgente. Entenda de uma vez como adotá-lo! 

Quando um negócio precisa de capital de giro, o mais recomendado é antecipar um recebível, especialmente se há a necessidade de pagar contas a curto prazo. 

Como estamos falando de uma operação que envolve controle de finanças e controle de contas a receber, é essencial que você tenha um planejamento adequado e uma gestão qualificada. 

Por isso, sem mais delongas, veja como antecipar recebíveis para que o controle de caixa sempre esteja em dia! 

Primeiramente, o que é antecipação de recebíveis?

Você já quis adiantar o recebimento de um determinado valor que estava marcado para chegar muito tempo depois, como o dinheiro de uma venda parcelada, cheques e carnês? 

Pois, então você deve começar a utilizar o recurso de antecipação de recebíveis, o qual faz com que a sua empresa receba o pagamento antes da cobrança ao cliente ser realizada. 

Geralmente, esse tipo de operação é feita quando há despesas urgentes atrapalhando o controle de caixa, tornando-a uma alternativa de curto prazo. 

Como resultado, é possível evitar um número excessivo de dívidas, dificultando a tarefa de atualizar a sua tabela de controle financeiro. 

A grande vantagem da antecipação é que a sua companhia resgata um dinheiro que já estaria destinado a ela. 

Ué, mas então se a ideia é embolsar um valor para quitar dívidas, eu posso muito bem pedir um empréstimo para melhorar o meu controle de contas a receber!

Não é bem assim, pois adotando a alternativa de antecipar os recebíveis, você terá juros menores, ao contrário do empréstimo bancário, o que deve ser bem pensado antes de optar por um. 

Para esclarecer a diferença entre essas duas operações, veja abaixo o que preparamos para você. 

Antecipação ou empréstimo: qual a melhor escolha? 

Um homem com um tablet na mão analisando se faz a antecipação de recebíveis com moedas.

Independentemente do porte da sua empresa, a instituição financeira escolhida por você fará uma avaliação de risco, a fim de entender se você é um bom pagador, antes de te dispor a uma linha de crédito.

Na opção de empréstimo, você solicita ao banco um dinheiro que não pertence a você, como o próprio nome já diz. 

Por ser assim, o valor que é devolvido depois para a instituição financeira normalmente vem acompanhado de taxa de juros, podendo ser parcelado ou pago à vista. 

Para que você consiga um empréstimo, o banco precisa definir se você possui uma nota alta de crédito. 

Apesar de ser uma ótima opção em momentos dos quais o controle de finanças não está muito bom, o empréstimo apresenta como grande desvantagem a devolução ao banco de um maior do que o embolsado. 

Já na antecipação de recebíveis, o risco de inadimplência é muito menor, pois a empresa resgatará um dinheiro que será dela.

Sendo assim, se pensarmos pelo lado de uma instituição financeira, o cliente terá as condições necessárias para pagar os valores estabelecidos.

Enquanto que para você, o resultado disso são juros e taxas menores, favorecendo o controle de caixa. 

Ok, entendi a diferença. Mas ainda não sei qual é a melhor alternativa para o meu negócio. 

Qual deve ser a melhor alternativa?

Normalmente, aquela que tem o menor custo financeiro para a sua empresa, como é o caso da antecipação de recebíveis, que também dá maior segurança tanto para você quanto para o banco. 

Isso porque você consegue mostrar que possui as condições necessárias para sanar uma dívida, enquanto a instituição financeira cobra muito menos pelo risco que tomaria. 

Portanto, vale dizer que essa operação é feita somente em casos de extrema urgência para o controle de contas a receber.

Do outro lado, como já mencionamos, o empréstimo é uma alternativa da qual possui juros e taxas mais elevadas, o que acaba tornando bastante provável o risco de prejuízo da tabela de controle financeiro. 

Assim, caso você opte pelo empréstimo, lembre-se de que é necessária uma boa gestão para que tudo seja quitado adequadamente. 

Em outras palavras, o empréstimo é destinado para aqueles empreendedores que não possuem nem um tipo de valor a receber e, no entanto, necessita quitar uma conta da empresa. 

Realizar o controle de finanças e o controle de caixa é fundamental para que o seu negócio continue sempre operando de forma natural, recorrendo assim a esses recursos só quando há mesmo uma necessidade à vista. 

Quando adotar a antecipação de recebíveis? 

Esse recurso deve ser adotado quando o capital de giro é insuficiente para pagar as dívidas da empresa.

Desse modo, compreende-se que essa alternativa só é viável quando se quer pagar uma despesa urgente capaz de interromper todas as operações do seu empreendimento. 

É comum se deparar com organizações pequenas das quais fecham contrato com um grande cliente que, muitas vezes, pede prazos maiores para pagar o contrato.

Nesses casos, o vendedor pode se deparar com uma boa oportunidade de lucros, mesmo que não haja um planejamento para entender quanto de dinheiro a empresa precisa para que nada saia do lugar.

Ter um plano bem traçado é extremamente importante se você não quiser recorrer nem ao empréstimo ou a antecipação de crédito e deseja ver a tabela de controle financeira sempre preenchida. 

Como realizar a antecipação de recebíveis?

Mulher fazendo anotações com um notebook e um computador a sua frente.

Para começar, você deve analisar todas as taxas de juros que são cobradas pelos bancos para realizar a operação. 

Portanto, a nossa dica é que você faça um mapeamento a fim de escolher a melhor condição financeira para o seu empreendimento. 

Vela lembrar que o banco só fornece a antecipação depois de analisar todo o histórico de crédito de um cliente, assim como a solidez do negócio. 

Apesar de ser possível ver nos sites dessas instituições as tarifas e as taxas cobradas, o mais recomendado é ir até o banco para conversar com um gerente. 

Isso porque esse profissional poderá te explicar tudo o que é necessário saber para sempre manter um ótimo controle de finanças. 

Como utilizar a antecipação de recebíveis?

Antes de tudo, tenha um planejamento

Você não quer receber o dinheiro para depois não saber o que fazer exatamente com ele. 

Assim, tente responder a algumas perguntas-chave, como: 

  • O que será feito com o dinheiro?
  • Qual o objetivo desse valor dentro do controle de caixa?

Afinal, se você der um passo em falso nessa etapa é bem provável que você comprometa a saúde financeira do seu negócio. 

Dito isso, não perca mais tempo e comece agora mesmo a planejar financeiramente a sua indústria, não esquecendo de abranger os meses depois da antecipação. 

Para realizar essa tarefa, adote uma tabela de controle financeiro, que mantém todas as informações acerca do controle de finanças organizadas e bem visíveis para você entender quais são as suas despesas. 

Antecipar os recebíveis? Faça o controle de contas a receber agora! 

Neste conteúdo você descobriu o real sentido da antecipação de recebíveis, um recurso que permite que você embolse um dinheiro que ainda está para cair. 

Com ele, você quita aquelas dívidas mais urgentes, impedindo que as operações da sua companhia travem de uma vez. 

Para realizá-lo de forma adequada, é recomendado utilizar uma tabela de controle financeira para que todas as informações sejam organizadas e visíveis pelos gestores. 

Compartilhe nas redes sociais!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *