Cadeia de suprimentos: o que é e qual a importância para o negócio?

with 3 Comentários

A cadeia de suprimentos – ou supply chain – é determinante para o sucesso ou o fracasso de uma empresa. Em um mercado tão competitivo como o nosso, saber como realizá-la é o mesmo que conquistar a preferência do consumidor.

A importância da cadeia de suprimentos para o negócio é imensa, pois tem como conceito logística reversa da qual se baseia em um processo que vai da fabricação de um produto até o momento em que o mesmo é entregue para o consumidor final. 

Desse modo, a supply chain pode ser considerada uma rede que interliga empresas, a fim de garantir a total satisfação dos clientes, aumentando o número de vendas de produtos e serviços. 

Por isso, é fundamental que você tenha bem claro na sua cabeça a logística reversa conceito, para executar a cadeia de suprimentos de forma adequada e alavancar de vez o seu sucesso. 

Quer descobrir como praticá-la? Então não perca este conteúdo! 

Entenda o que é cadeia de suprimentos

Para começar, vamos à pergunta fundamental: o que é cadeia de suprimentos? 

Aqui no Brasil ela também é conhecida pelo termo em inglês supply chain que, por sua vez, pode ser traduzida como um sistema para transportar produtos e serviços dos fornecedores até os clientes finais. 

Tal gerenciamento requer muito entendimento do transportador, que em muitos momentos pode entender essa rede como um simples método para organizar o que será previamente processado. 

Isso porque há sempre o risco de se deparar com imprevistos, como a mudança no hábito dos consumidores ou alterações do clima e das estradas. 

Não à toa, quando essas eventualidades aparecem, é muito provável que o país pare por completo, já que a supply chain é responsável pelo transporte de comida, carros, materiais de construção etc. 

Mas logística reversa não é a mesma coisa?

Pessoas fazendo anotações em folhas e notebook sobre cadeia de suprimentos.

Engana-se quem pensa que supply chain é a mesma coisa que o conceito logística reversa. 

A diferença dessas atividades está justamente nos pontos em que cada uma atua: enquanto a cadeia de suprimentos se encarrega pelos métodos operacionais ligados aos produtos, a logística reversa trabalha para movimentar os materiais até o cliente. 

Mesmo que existam divergências entre esses conceitos, ambos se interligam para realizar um atendimento excepcional para o consumidor final, uma vez que fazem o gerenciamento de um produto até a chegada dele ao mercado. 

E agora que você já sabe logística reversa o que é e como ela se diferencia da supply chain, chegou o momento de conhecer a importância deste último conceito. 

Veja qual a importância das cadeias de suprimentos

Quando você tem o logística reversa conceito bem claro, fica mais simples explicar a importância da supply chain para a sua indústria.

Como falamos no tópico acima, ela toma conta de todo o processo e fluxo do seu negócio, desde a produção de bens e serviços até as finanças e entregas ao cliente final. 

Além disso, saber a importância das cadeias de suprimentos: 

Permite uma produção otimizada 

Para que toda a sua produção seja otimizada, é necessário manter a supply chain bem organizada. 

Por isso, para alcançar os resultados desejados, o gestor precisa ter total controle de todos os processos da indústria, sejam eles internos ou externos. 

No final, você perceberá que o cliente terá uma experiência além dos padrões de qualidade, tendo em mãos um produto e serviço excelentes. 

Auxilia na redução de custos operacionais

Um dos principais objetivos de qualquer empreendedor é a redução de custos operacionais, que é bastante desafiador para entender o conceito logística reversa. 

Isso porque todo corte de gastos feito não pode alterar em nada a eficiência do trabalho da empresa.

Portanto, ter em mente o conceito de supply chain ajuda na hora de ganhar a visibilidade necessária.

Desse modo, a empresa consegue executar todo o transporte com eficiência, realizando todas as expectativas dos consumidores. 

Reduz o tempo do processo

Toda empresa que sabe logística reversa o que é e entende a diferença entre ela e a supply chain, reconhece que entregas fora do prazo podem acabar com a sua reputação. 

Afinal, como já dissemos, o hábito dos consumidores mudou, e eles prezam muito pela qualidade do serviço prestado quanto pela rapidez do procedimento como um todo. 

Sendo assim, você não pode deixar a cadeia de suprimentos para depois! 

Caso contrário, o nível de complexidade pode aumentar e a velocidade de um processo, reduzir. 

Promove a inovação empresarial 

Um gestor que sabe de cabo a rabo como funciona a supply chain de sua indústria é capaz de avaliar com precisão todas as etapas de uma produção. 

Isso possibilita ter outros olhos para transformar o negócio em uma grande ferramenta de aquisição de clientes. 

A partir do momento em que tudo é acompanhado de perto, é possível ver o que precisa ser melhorado, passando por outros processos de inovação. 

Afinal, para quem deseja sobreviver dentro do atual mercado competitivo, não basta apenas reconhecer a logística reversa o que é, mas sim como inovar para se manter rentável o tempo todo. 

Conheça 6 elementos básicos das cadeias de suprimentos

Já tem bem claro o conceito logística reversa na cabeça? Sabe a importância da supply chain para a sua indústria? 

Pois agora confira elementos básicos para estruturar uma cadeia de suprimentos: 

1 – Produção 

A produção tem relação com a necessidade e o desejo dos clientes, assim como com a demanda do mercado.

Aqui, é necessário levar em consideração: 

  • Quais produtos fabricar?
  • Quantos serviços devem ser terceirizados? 

Isso porque toda a demanda de produtos e serviços tem relação com a satisfação do cliente final. 

2 – Fornecedor 

Dois homens de ternos apertam as mãos.

O segundo elemento trata-se do local e como os bens e serviços serão produzidos, a fim também de encontrar os fornecedores que produzam de maneira econômica e eficiente. 

Tendo o fornecedor definido, é preciso prestar atenção na velocidade que os produtos serão entregues, bem como a qualidade do material que foi utilizado. 

3 – Estoque 

Toda indústria deve fazer o seguinte equilíbrio: 

  • Trabalhar com grande estoque; 
  • Trabalhar sem nenhum estoque. 

Isso porque quando se tem uma quantidade relevante de produtos dentro do estoque, os custos sobem para a empresa. 

Por outro lado, em vista de não ter nenhum produto em estoque, fica mais difícil atender toda a demanda que o mercado exige. 

4 – Localização 

Para que você se saia bem com o conceito logística reversa, é preciso implantar a sua fábrica em um local de alta demanda do mercado, com um maior índice de satisfação do cliente. 

Por isso, tente considerar os incentivos fiscais que o estado em questão pode oferecer à sua indústria. 

5 -Transporte

O logística reversa conceito se baseia também no custo de um produto. Em média, 30% do valor de um item é compreendido pelo transporte de cargas. 

Sendo assim, fazer a escolha do modal correto é extremamente necessário. 

6 – Informação 

Toda empresa que se preze e quer saber sobre supply chain e logística reversa o que é, deve utilizar todas as informações captadas para melhorar os processos para o cliente final. 

No entanto, é necessário ressaltar aqui que dados se diferenciam de informações. 

Isso porque os dados vêm da constituinte elementar, enquanto a informação vem de toda a estruturação e o processamento de dados. 

Aprenda como fazer a gestão da cadeia de suprimentos

Chegando a reta final deste conteúdo, quando você já sabe logística reserva o que é e para que serve a supply chain, é hora de fazer a gestão adequada dessa atividade. 

Por isso, é necessário:

  • Controlar muito bem todos os fornecedores, encontrando os melhores custos-benefícios, além de prezar pelo material de qualidade que chegará às mãos dos consumidores;
  • Fazer a padronização dos processos é uma garantia de conseguir compreender 100% a logística reversa conceito e fazer a supply chain adequadamente;
  • Otimizar a comunicação, a fim de resolver problemas de maneira ágil e fácil; 
  • Automatizar processo por meio de toda a tecnologia disponível é um diferencial de muitas indústrias. 

Com essa gestão, você passa não só a ser um craque em conhecer a logística reversa o que é, como também garante a total satisfação do cliente. 

Torne a cadeia de suprimentos essencial para a sua indústria!

Conforme visto ao longo deste conteúdo, fazer a gestão adequada da supply chain é a garantia se um negócio fará sucesso ou não. 

Isso porque, muito diferente do logística reverso conceito, a cadeia é uma necessidade para que empreendimentos consigam satisfazer realmente todos os seus clientes. 

Para tanto, o empresário precisa ficar sempre atento à importância da supply, bem como procurar conhecer melhor o conceito logística reversa. 

Automatize todos os processos e informações para a sua indústria se tornar a grande marca do mercado! 

Compartilhe nas redes sociais!

Comentários

  1. Renan da Pena disse:

    Agora ficou mais claro, sobre as técnicas da cadeia de suprimentos. Os conteúdos que costumo ler não são tão diretos assim. Blog Muito bom!

  2. Henrique Oliveira disse:

    Conteúdo muito instrutivo, vai me ajudar muito!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *