Contabilidade de custos e a precificação dos seus produtos ou serviços

with Nenhum comentário

Contabilidade de custos serve para você saber os custos e formação de preços dos produtos ou serviços da sua indústria. Que tal aprender como realizá-la?

Os gestores da sua indústria sabem o real valor do que envolve a produção dos produtos ou serviços dela? Se a resposta for não, então saiba que você está perdendo a oportunidade de realizar uma gestão eficiente e aumentar a lucratividade da empresa.

Isso porque esta ferramenta auxilia na precificação do que a sua indústria comercializa para todos os seus clientes, levando em consideração diversos fatores, como contas fixas e variáveis, entre outras.

Portanto, saber como realizá-la no seu negócio é a chave certa para abrir a porta de melhorar cada vez mais a saúde financeira da sua marca. 

Afinal, o que é contabilidade de custos? 

Sabe os gastos que você tem com a produção dos bens ou serviços da sua indústria? Então, eles são analisados pela contabilidade de custos, que é uma área das Ciências Contábeis que preza pelo controle das operações. 

Falando em Ciências Contábeis, podemos dizer que este tipo de controle de custos se encontra em um escopo maior do estudo da contabilidade geral, da qual utiliza diversas técnicas e cálculos para que o patrimônio da sua indústria seja controlado adequadamente.

Para ficar mais claro, o ramo da contabilidade de custos é classificado como um registro contábil das operações da sua empresa, o qual pode ser dividido em dois: 

  • Contabilidade de Custos de Serviços: os custos de uma empresa envolvendo a prestação de um determinado serviço; 
  • Contabilidade de Custos Industriais: os custos de uma empresa para a fabricação de seu produtos. 

Com a contabilidade de custos, gestores conseguem alinhar planejamentos e tomar decisões assertivas ao lado de suas equipes financeiras, uma vez que essa área visa apurar custos e formar os preços de produtos ou serviços. 

Tipos de custos

Quando se trabalha com a contabilidade voltada para custos de uma empresa, são destacados dois tipos: 

Custos Diretos

Os custos diretos têm total ligação com a produção de um determinado produto ou serviço da sua indústria. 

Por exemplo, se você possui uma doceria, as embalagens, os ingredientes etc, são considerados custos diretos, já que cada doce feito possui um gasto maior com a inclusão desses itens.

Custos Indiretos 

Esses tipos de custos indiretos representam aquilo que não podem ser identificados diretamente nos produtos ou serviços da sua indústria. 

Por exemplo, a equipe de marketing e os líderes da contabilidade dentro da sua empresa são os custos indiretos dela. 

Ué, mas os custos diretos e os custos indiretos são a mesma coisa que custos fixos e variáveis?

A resposta para essa pergunta é: sim, uma vez que eles possuem critérios para serem mensurados adequadamente. 

Qual a função da contabilidade de custos?

A estratégia de contabilidade dos tipos de custos visa o melhor entendimento de como a saúde financeira da sua indústria está. 

Afinal, com ela é possível responder a diversas perguntas que integram empreendedores ao redor de todo o globo, como: qual é o real preço dos meus produtos ou serviços? 

Com isso, vale dizer também que gestores ficam totalmente a par do que ocorre dentro dos departamentos de produção da indústria, aumentando o planejamento de cada área. 

Com essas informações bem estruturadas na sua cabeça, vamos saber como realizar um bom controle de custos da sua indústria no próximo tópico. 

Como realizar a contabilidade de custos na sua indústria?

Bom, agora que você sabe o que é a contabilidade de custos e como essa área é importante para você realizar um controle de custos excepcional dentro da sua indústria, é hora de conhecer como fazê-la na prática. 

Apesar de estarmos falando em contabilidade, os cálculos que envolvem essa ferramenta são simples e fáceis de serem feitos. 

Para facilitar a total compreensão e te ajudar na hora de saber os custos e formação de preços dos produtos ou serviços da sua indústria, elaboramos este pequeno passo a passo:

  1. Faça uma lista com custos e despesas: as despesas e os custos de uma empresa devem ser listados adequadamente e sem deixar escapar uma valor sequer, a fim de ter total clareza dos gastos que você teve ao longo de um período;
  2. Determine os custos diretos: como já explicamos no primeiro tópico deste conteúdo, os custos diretos são caracterizados pela produção de um item ou um serviço da sua indústria. Aqui, é essencial que você faça uma nova lista com todos esses custos;
  3. Realize a comparação entre custo direto e preço de venda: a terceira etapa para você conseguir fazer a contabilidade de custos na sua indústria é uma das mais importantes, pois tem a ver com o entendimento da compatibilidade dos gastos com o retorno financeiro das vendas dos seus produtos ou serviços. De forma resumida, essa comparação vai te ajudar a saber se o custo direto está sendo maior ou menor que os valores praticados pelas vendas;
  4. Rateie os custos indiretos: os custos indiretos, como bem explicados no primeiro tópico, vão de encontro aos gastos fixos da sua indústria, salário dos colaboradores, contas de luz e água, por exemplo. Ao ratear os custos indiretos, você assume um compromisso de verificar com o departamento financeiro onde será realizada a retirada do dinheiro para cobrir todas esses custos;
  5. Tenha um ponto de equilíbrio: por fim, para que você consiga ter uma noção dos custos e formação de preços dos produtos ou serviços da sua indústria, é possível reconhecer qual deles podem ser comercializados, a fim de igualar as suas receitas com as despesas. 

Tendo essa base para saber como realizar o controle de custos da sua indústria, podemos detalhar esta estratégia com um exemplo totalmente prático. Veja só: 

Vamos a prática

Que tal voltarmos a ter uma doceria para exemplificar como realizar os cálculos corretos para você descobrir os custos de uma empresa? 

Este passo a passo será tão simples quanto o de cima, uma vez que aquele será a base para realizarmos este. 

Primeiro passo

A doceria possui três tipos de brigadeiros diferentes – chocolate, morango e leite ninho. 

  • Brigadeiro de chocolate: custo de R$ 15,00 por doce produzido, com um preço de venda de R$ 20,00; 
  • Brigadeiro de morango: custo de R$ 25,00 por doce produzido, com um preço de venda de R$ 35,00;
  • Brigadeiro de leite ninho: custo de R$ 40,00 por doce produzido, com um preço de venda de R$ 45,00;
  • Salário do colaborador: R$ 2.500,00;
  • Aluguel e outras despesas: R$ 5.000,00.

Segundo passo

Os custos diretos de cada produto são: 

  • Brigadeiro de chocolate: R$ 15,00;
  • Brigadeiro de morango: R$ 25,00;
  • Brigadeiro de leite ninho: R$ 40,00.

Terceiro passo

Para que você consiga descobrir a margem de contribuição (MC) de todos esses produtos, basta realizar o seguinte cálculo: 

MC = Preço de venda – Custos diretos 

  • Brigadeiro de chocolate: MC de R$ 15 (20 – 15);
  • Brigadeiro de morango: MC de R$ 25 (35 – 25);
  • Brigadeiro de leite ninho: MC de R$ 40 (45 – 40).

Quarto passo

Agora chegou o momento de ratear o produto. 

Custos Indiretos = R$ 7.500 (2.500 + 5.000)

  • Brigadeiro de chocolate: Rateio de 75% (MC do Brigadeiro de chocolate / MC Total = 15/20 = 0,75 = 75%
  • Brigadeiro de morango: Rateio de 71% (MC do Brigadeiro de morango / MC Total = 25/35 = 0,71 = 71%
  • Brigadeiro de leite ninho: Rateio de 88% (MC do Brigadeiro de leite ninho / MC Total = 40/45 = 0,88 = 88%

No exemplo acima, podemos dizer que 75% de 7.500 é R$ 5.625, o que equivale às vendas que o brigadeiro de chocolate precisará ter. 

Já 71% de 7.500 é R$ 5.325, que é o valor do brigadeiro de morango, enquanto 88% de 7.500 é R$ 6.600 do brigadeiro de leite ninho. 

Quinto passo

Para que você consiga alcançar os custos e formação de preços dos brigadeiro, o cálculo é muito simples: 

Ponto de Equilíbrio = Custos Fixos (Indiretos) / Margem de Contribuição

  • Brigadeiro de chocolate: Ponto de Equilíbrio R$ 5.625 / R$ 20 = 282 brigadeiros de chocolate precisam ser vendidos para alcançar o ponto de equilíbrio; 
  • Brigadeiro de morango: Ponto de Equilíbrio R$ 5.325 / R$ 35 = 152 brigadeiros de morango precisam ser vendidos para alcançar o ponto de equilíbrio; 
  • Brigadeiro de leite ninho: Ponto de Equilíbrio R$ 6.600 / R$ 45 = 146 brigadeiros de leite ninho precisam ser vendidos para alcançar o ponto de equilíbro.

Olhe para a contabilidade da sua indústria agora mesmo! 

Tudo bem, a contabilidade dá um pouco de medo em diversas pessoas, especialmente empresários, que sabem que precisam lidar com ela a todo custo.

Isso porque o estudo parece ser difícil demais de ser compreendido, uma vez que apresenta cálculos e técnicas de reconhecer os custos de uma empresa, entre outros demonstrativos. 

Porém, a verdade é que a parte técnica não deve ter um apego muito grande por parte dos empreendedores e, quando isso acontece, o processo para estabelecer os custos e formação de preços dos produtos ou serviços da sua indústria acaba sendo fácil. 

Portanto, comece a olhar para a contabilidade de um jeito diferente e saiba como realizar um bom controle de custos com toda a sua equipe!

Compartilhe nas redes sociais!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *