Contabilidade para não contadores: saiba como realizá-la em seu negócio

with Nenhum comentário

Contabilidade para não contadores se trata de uma ciência que tem como objetivo estudar as variações no patrimônio das organizações. Se você quer saber como fazer isso, veio ao lugar certo!

Quando falamos de contabilidade para pequenas empresas, médias ou grandes, nos referimos ao mesmo conjunto de ações.

Ou seja, se trata de um processo que visa calcular o conjunto de bens, direitos e obrigações da empresa, entendendo suas variações!

Por meio da contabilidade para não contadores é coletado o valor máximo de informações com decisões importantes a serem tomadas, tanto dentro quanto fora da empresa.

Quer saber como fazer isso? Então continue por aqui que vamos explicar exatamente como funciona a contabilidade para pequenas empresas. Confira! 

Entenda como funciona o setor de contabilidade! 

Bom, sabendo que o conceito de contabilidade gerencial visa administrar e controlar os bens da organização e também o inventário patrimonial, existem formas específicas de fazer isso.

A contabilidade para não contadores é possível, pois todas as movimentações existentes no patrimônio de uma entidade são registradas pela contabilidade.

Ou seja, as movimentações são reduzidas para relatórios posteriormente entregues aos responsáveis.

Sendo assim, a contabilidade para não contadores deve cuidar e registrar todos esses bens da empresa, permitindo que seja calculado o lucro e o prejuízo em certos períodos.

Para vermos com clareza o que o setor de contabilidade faz, podemos separar suas atividades da seguinte forma:

Registrar

É necessário registrar tudo que envolve dinheiro na empresa, desde os salários dos colaboradores ao café comprado para a copa.

Organizar

A contabilidade também é responsável por criar um controle que considera qualquer movimentação da empresa.

Demonstrar

Se baseando no que foi sistematizado anteriormente, a situação patrimonial, econômica e financeira da empresa, é preciso demonstrar tudo isso em conjunto.

Analisar 

Todos os demonstrativos e relatórios contábeis para apurar os resultados obtidos devem ser devidamente analisados constantemente.

Acompanhar

Todos os planos que são traçados consideram as despesas ao longo do caminho, assim como os valores que serão pagos por terceiros.

Viu só? Diante disso, fica clara a importância da contabilidade para não contadores. E, para conseguir um trabalho ainda melhor, busque aprender cada vez mais sobre a contabilidade para pequenas empresas! 

Saiba o que é regime de competência

O regime de competência pode ser definido como o método que é utilizado para que sejam lançados os pagamentos realizados.

O termo significa que independente da data em que o pagamento foi realizado, ele será registrado na data em que a transação ocorrer.

Ou seja, caso alguma empresa tenha feito uma compra em março para pagar apenas em agosto, o registro contábil será feito em julho, constando como a competência da despesa.

Na contabilidade para não contadores, a principal função do regime de competência é organizar as finanças e prever as transações futuras da empresa.

Tendo isso em mente, podemos dizer que a principal função do regime de competência é organizar as finanças e prever o futuro financeiro da empresa.

Esse processo permite que certas transações financeiras sejam feitas pelo departamento de contabilidade para contadores, gerando relatórios com todas as informações!

Por sua eficiência, existem vantagens e desvantagens do regime de competência contabilidade. Quer saber quais são?

Continue aqui e confira nos próximos tópicos! 

Aprenda quais são as vantagens e desvantagens do regime de competência 

Uma pessoa colocando uma moeda em um cofre de porco.

O objetivo por trás desse pensamento é melhorar a organização das despesas e receitas da empresa.

Com esses valores bem determinados, fica muito mais fácil prever quais serão os custos e despesas em determinado período visando atingir a quantia necessária. 

Por exemplo: supondo que a empresa realiza compras em dezembro, e seu pagamento é previsto para março, ao falarmos de contabilidade para não contadores significa que não faz diferença o mês que o bem é adquirido.

As receitas são contabilizadas assim que entra, independente de haver pagamentos depois.

Seguindo o regime de competência, é possível planejar os futuros investimentos de maneira simples, pois todas as transações ocorrem já considerando esses balanços.

Sobre as vantagens do regime de competência, podemos destacar:

  • As receitas são contabilizadas assim que ocorrem;
  • A situação financeira da empresa é avaliada;
  • O processo é simples, principalmente em pequenas empresas;
  • É possível ter uma visão ampla dos valores envolvidos na transação.

Já sobre as desvantagens:

  • O trabalho para saber quando a transação foi registrada no passado é um pouco maior.

Veja como o regime de competência funciona na prática!

Como estamos falando de contabilidade para não contadores, podemos usar o cartão de crédito como exemplo para ajudar a entender como é o regime de competência contabilidade.

Pense em uma pessoa que tenha uma renda de R$ 2.000 e gaste metade disso com o seu cartão de crédito ao longo do mês.

A data de vencimento é o regime de caixa, pois é quando a pessoa precisará quitar a fatura.

Ou seja, independente do dia do mês que a compra foi feita, o dinheiro dele só vai ser de fato usado para pagar a transação em um dia específico, um tempo depois.

Sendo assim, supondo que o cartão tenha o vencimento no dia 10 e a pessoa gaste os mesmos R$ 1.000, todos os meses, caso o seu salário caia dia 15, ela ficaria 5 dias em dívida.

Um outro exemplo que pode te ajudar a entender a contabilidade para não contadores e aplicar o regime de competência, é a compra e parcela de algo.

Se essa mesma pessoa realizar uma compra de R$ 2.000 em janeiro, mas acertar o pagamento em duas vezes, para fevereiro e março, o registro será feito em janeiro.

E embora o dinheiro não tenha saído do seu bolso ainda, a contabilidade já foi feita!

Viu como não é tão complicado entender esse sistema? 

Agora é com você!

Como vimos ao longo deste conteúdo, a contabilidade para não contadores não é um assunto tão complexo quando analisado de forma leve, não é mesmo? 

Para você se lembrar, vimos que esse processo é responsável por registrar, demonstrar, organizar, analisar e acompanhar todos os lucros e perdas da organização!

Além disso, o regime de competência contabilidade é muito comum em pequenas empresas, pois é simples de ser organizado.

Com essas dicas agora não é tão difícil entender de contabilidade para não contadores. Continue sempre aprendendo mais sobre a contabilidade para melhorar ainda mais o fluxo financeiro da sua organização.

Bons negócios!

Compartilhe nas redes sociais!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *