Elisão fiscal: diga não à sonegação!

with Nenhum comentário

Elisão fiscal é ideal para empresas que querem estar em dia com o pagamento de impostos, ao mesmo tempo em que pensam na economia. Saiba como estar dentro da lei e evitar a sonegação. 

Muitos empreendedores se assustam com o alto preço dos impostos e tributos praticados no meio empresarial. 

A boa notícia é que existe uma forma de você pagar menos em toda a carga tributária por meio de uma prática extremamente legal: a elisão do tipo fiscal, que também pode ser conhecida como planejamento tributário. 

Ficou interessado no assunto? Então, veja como reduzir os custos do seu empreendimento agora mesmo sem se meter em problemas com a lei! 

O que é elisão fiscal?

Dentro da contabilidade, existe a elisão fiscal, que é considerada uma prática capaz de otimizar todas as despesas com pagamentos de impostos de uma empresa LTDA (“limitada”).

Com ela, você evita qualquer tipo de ilegalidade, bem como escolhe qual o tipo regime fiscal mais se adéqua ao seu empreendimento. 

Além disso, essa prática permite que você consiga definir qual o melhor programa de renegociação de dívidas fiscais para garantir a desoneração ideal. 

Qual a diferença entre elisão e evasão?

Normalmente as empresas encontram dois tipos de saída para pagar a menor quantidade de impostos possível: a elisão fiscal e a evasão fiscal. 

A primeira delas trata de uma prática intencional, mas que não possui nem um ponto de ilegalidade. 

Em outras palavras, ela é reconhecida por ser um gerenciamento inteligente dos tributos, a fim de fazer com que você pague menos impostos. 

Mas isso só a partir do momento em que você compreende toda a legislação vigente e relacionada à elisão tributária – outro nome dado à fiscal. 

Já a evasão fiscal tem a ver com a sonegação de impostos, algo que é considerado crime aqui no Brasil. 

Ou seja, a empresa deixa de recolher os tributos, mesmo que não seja uma atitude intencional e acaba ferindo a lei, prejudicando – e muito – o empreendedor. 

Além disso, outro ponto importante para diferenciar a elisão tributária da sonegação é que a primeira deve ser feita antes dos motivos que geraram o tributo, enquanto a segunda ocorre depois.

A sua empresa pode realizar a elisão fiscal?

Homem realizando a elisão fiscal com prancheta e caneta em mãos.

A sua empresa DEVE praticar a elisão tributária para pagar menos impostos de uma empresa LTDA.

Isso porque, a partir do momento em que a prática da elisão é adotada pelo seu negócio, automaticamente você tem a garantia de uma melhor gestão tributária.

Se você for realmente esperto e se preocupa com a receita bruta total do seu empreendimento, sabe que é importante obter ajuda para que a elisão do tipo fiscal atenda as atribuições da lei. 

Por isso, é recomendado a contratação de um profissional da contabilidade, a fim de avaliar se você já está utilizando desse recurso para pagar menos impostos de uma empresa LTDA. 

Caso contrário, é melhor que você nem tente se arriscar para não cair no abismo da evasão fiscal. 

Afinal, como já mencionamos, você precisa compreender sobre o tema e o que diz respeito a legislação de cada imposto para que a economia da sua empresa seja deslumbrante. 

Como a elisão fiscal acontece?

Para que você consiga saber na prática como a elisão tributária acontece, além de como calcular receita total, resolvemos elaborar esse tópico com dois pontos muito importantes. Veja: 

Primeiro: Mudando o regime tributário

O primeiro ponto que você deve desvendar para conseguir descobrir como calcular a receita total e pagar menos pelos impostos de uma empresa LTDA., é mudando o regime tributário. 

Regime tributário, caso você não se lembre, é a definição de como os seus impostos serão calculados.

Por exemplo, se você é um pequeno empreendedor, provavelmente o Simples Nacional se enquadra ao seu negócio. 

Isso porque esse tipo de regime tem como objetivo facilitar o recolhimento de tributos, bem como desonerar os ramos de atividade. 

Atualmente, o governo federal estimula que empreendedores que não se enquadram ao Simples Nacional, mas que podem ser elegíveis para isso, adotem esse regime agora mesmo. 

Isso porque é uma maneira de garantir a elisão tributária e saber como calcular receita total da empresa. 

Agora, empresas que não podem ser elegíveis no Simples Nacional podem realizar a elisão do tipo fiscal, mas só a partir do momento em que garantem um bom planejamento tributário. 

Desse modo, uma empresa que está dentro do regime Lucro Presumido, por exemplo, pode avaliar que o Lucro Real é mais vantajoso para ela. 

Vale ressaltar que o prazo para a mudança de regime é feita anualmente, normalmente na data de 31 de janeiro. 

Segundo: Reorganizando a estratégia de negócio 

Homem com caneta na mão, analisando planilhas e fazendo contas em uma calculadora.

Vamos supor que você tenha uma consultoria e que ela esteja localizada na cidade de São Paulo.

Ainda na imaginação, São Paulo possui um alíquota de ISS (Imposto sobre Serviço) de 5% para o seu setor de atuação. 

Agora, se você verificar em Belo Horizonte, a alíquota é de 2%. 

Tendo noção dessas duas diferenças, você pode muito bem fazer a migração da sua marca de São Paulo a Belo Horizonte, a fim de economizar 3% sobre a sua receita bruta total. 

Assim, se colocarmos em números, caso o seu empreendimento tenha um faturamento de R$ 900 mil por ano, é bem provável que a economia dele chegue a R$ 27 mil. 

Assim, nos próximos 5 anos você terá economizado um total de R$ 135 mil. 

É claro que não será apenas pela alíquota vantajosa que você mudará de cidade, como também o conhecimento a respeito de como calcular receita total. 

Pronto para adotar a elisão fiscal? 

Você viu neste conteúdo que a elisão tributária pode ser essencial para que você consiga reduzir os impostos de uma empresa LTDA.

Além de saber que ela não tem nada a ver com a sonegação. 

É importante salientes em palavras simples que pagar menos impostos não é uma prática errada, muito pelo contrário, é algo que deve ser feito por empresas que querem economizar os seus recursos. 

Além disso, é também um método de descobrir a receita bruta total do empreendimento, que possui um cálculo específico o qual você pode descobrir nos próximos conteúdos deste blog. 

Compartilhe nas redes sociais!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *