Lucro real: saiba o que é e como calcular

with Nenhum comentário

Lucro real é um regime de tributação que parece ser complexo, mas não é! Estar com ele em dia é uma das exigências legais que sua empresa deve cumprir. Sendo assim, que tal saber o que é e como calcular o seu?

O Brasil possui uma alta complexidade tributária, a qual assusta muitos empresários, principalmente os que estão iniciando no mercado agora.

Normalmente, muitos deles mal sabem como apurar os tributos da sua indústria, conforme acordos de um determinado regime tributário. Esta situação afeta consideravelmente no aumento de lucratividade, ganho de clientes e atuação dentro das leis.

Por isso, é necessário que você compreenda como funciona a tributação, para então deixar a carga tributária da sua indústria sempre muito bem regularizada.

Para fazer isso, saiba agora mesmo o que é e como calcular o lucro da sua marca! 

O que é lucro real?

Pessoa calculando lucro real no excell

Para que você saiba como calcular lucro real, é necessário, primeiramente, entender o conceito dele.

Basicamente, lucro real é um regime de tributação que nasceu a fim de contribuir com o Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL).

Para saber como realizar o seu cálculo é de extrema importância recolher os impostos com base no lucro líquido obtido em um determinado período de tempo.

Isso porque a fórmula se baseia no lucro líquido da indústria, algo que é interessante para marcas que não se encaixam nas obrigações e deveres do Simples Nacional e que não conseguem fazer parte do regime de lucro presumido.

Falando em lucro presumido, esse tipo de regime de tributação possui um cálculo mais complexo do que o lucro real, uma vez que as responsabilidades são diferentes e a margem de contribuição maior.

Afinal, como o próprio nome já sugere, não saber a margem de lucro implica em desconhecer completamente pelo quê a sua empresa está passando. 

Quais indústrias devem adotá-lo?

Outro detalhe que você deve conhecer antes de saber como calcular margem de lucro real é quais são as indústrias que podem optar por este tipo de regime tributário.

Na legislação, empresas que possuem uma margem de lucro de mais de R$ 78 milhões são obrigadas a adotarem o lucro real.

Fora essas, há aquelas outras de ramos específicos, das quais não importa o quanto estão lucrando em um determinado período, devem realizar o regime tributário de lucro real, como:

  • Empresas do ramo financeiro: bancos, cooperativas de crédito, caixas econômicas etc; 
  • Empresas que tiveram lucro provenientes do exterior; 
  • Empresas de factoring; 
  • Empresas com benefícios fiscais. 

Ressaltando: independentemente de qual for o seu setor de atuação, você pode optar pela margem de lucro do tipo real. 

As vantagens de lucro do tipo real

Saber calcular margem de lucro do tipo real é extremamente benéfico para o seu empreendimento, principalmente se ele se enquadrar no time daqueles que devem obrigatoriamente adotar esse regime.

A começar pelo fato de que esse regime é capaz de reduzir consideravelmente a carga tributária do seu negócio.

Além do mais, ao saber como calcular lucro real, você garante a realização da compensação de prejuízos fiscais.

Fora isso, outro fator interessante é ter sempre uma tributação que vai de acordo com o seu negócio, já que os débitos são feitos levando em conta a situação tributária da marca.

Caso você pense em evitar a todo custo o prejuízo fiscal de um determinado período, é válido realizar uma boa gestão de finanças dentro da sua indústria, a fim de evitar prejuízos com a Secretaria da Fazenda.

Isso porque o controle financeiro garante que todos os cálculos que envolvem o regime de tributação do tipo lucro real sejam feitos de forma assertiva, evitando erros. 

Como calcular lucro real?

Chegamos a parte mais importante deste conteúdo. Agora, é o momento de você descobrir como calcular margem de lucro real.

Mas antes disso, vamos apresentar alguns itens essenciais para o total entendimento da fórmula. Veja só: 

  • Imposto de Renda: O IRPJ, como já falamos, é o Imposto sobre a Renda das Pessoas Jurídicas e é considerado um dos tributos mais influentes do lucro real. Isso porque o valor é reconhecido de acordo com a alíquota de 15% sobre o lucro líquido de um período; 
  • Imposto de Renda Adicional: Neste tipo de regime o valor de 15% sobre o lucro ainda existe, porém deve-se acrescentar outro valor: de 10% sobre o que ultrapassar os R$ 20 mil por mês; 
  • CSLL: O CSLL é a Contribuição Social sobre Lucro Líquido e é pago em cima do desempenho da sua indústria em um determinado período. A alíquota aplicada é 9% sobre o lucro do tipo real; 
  • PIS/COFINS: PIS significa Programa de Integração Social, enquanto COFINS quer dizer Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social. Ambos os regimes não cumulativos. A alíquota do PIS é 1,65% sobre a receita bruta do mês e a do COFINS é de 7,6% sobre a mesma receita;
  • ISS/ICMS: ISS representa o Imposto sobre Serviços e abrange as competências municipais sobre o faturamento bruto das empresas. A sua alíquota varia entre 2% e 5%. O ICMS é o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços abrange as competências estaduais, sendo pago pelas empresas que circulam uma mercadoria específica.

Realizando o cálculo do regime tributário de lucro real 

Agora chegou o momento de entendermos como calcular margem de lucro do tipo real. E como você já tem a base de todos os itens, fica muito mais simples realizá-lo.

Para deixar mais fácil para o seu entendimento, digamos que a sua indústria teve uma receita bruta trimestral de R$ 400 mil e o lucro desse mesmo período foi de R$ 300 mil.

Observe: 

IRPJ

O Imposto de Renda da sua indústria deve ser multiplicado pelo lucro líquido da alíquota, que é de 15%.

Então, a fórmula ficaria assim: 

R$ 300 mil * 0,15 = R$ 45 mil

No entanto, a sua indústria também teve um lucro trimestral que passou da margem dos R$ 70 mil e, devido a isso, será necessário recolher um adicional, já que a média de R$ 20 mil foi passada: 

R$ 300 mil – R$ 70 mil = R$ 230 mil 

R$ 230 mil * 0,1 = R$ 23 mil 

CSLL

Já a base de cálculo do CSLL seria: 

R$ 300 mil * 0,09 = R$ 27 mil 

PIS/COFINS

As alíquotas do PIS e da COFINS podem ser somadas para realizar este cálculo facilmente: 

1,65% + 7,6% = 9,25%

O resultados das alíquotas pode ser inserido sobre a receita: 

R$ 400 mil * 0,0925 = R$ 37 mil 

ISS

Se a sua indústria foi até a prefeitura do município do qual ela atua e viu que o faturamento de todos os seus serviços é de 5%, então o cálculo ficaria assim: 

R$ 400 mil * 0,05 = R$ 20 mil

Dica: Contrate uma equipe especializada 

Apesar de saber como calcular a margem de lucro da sua indústria, você pode e deve contratar uma equipe especializada neste assunto. 

Isso porque, os contadores vão te ajudar na hora da escolha do regime tributário mais vantajoso para a sua empresa, além de fazerem o cálculo com muito mais facilidade. 

Utilize o lucro do tipo real agora mesmo! 

Neste conteúdo mostramos de maneira bastante clara o que é como calcular o lucro do tipo real da sua indústria. 

Isso porque ele tem total ligação com os recolhimentos de impostos para que a sua marca continue atuante de acordo com as leis tributárias. 

Para facilitar o trabalho de cálculo, a recomendação é contratar uma equipe de contadores especialistas e talentosos nessa arte. 

Agora, mãos à obra!

Compartilhe nas redes sociais!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *