O que é gestão de qualidade total e como aplicar essa estratégia na sua empresa

Tudo que se produz é resultado de uma transformação, processo este que consome energia, e tem custos. Resumindo: produzir demanda investimento.

 

 

O que é gestão de qualidade total

 

A eterna questão é conseguir produzir com custo reduzido, ou seja, maximizar o rendimento da fatura. Nada de novo até aqui, exceto que, qualquer problema que apareça no produto, seja de matéria-prima, mão-de-obra, especificação ou logística, apenas encarecerá os custos e reduzirá a margem de lucro.

Há décadas, a Toyota adotou a filosofia da qualidade total, que consiste em passar a exigir a responsabilidade, pela qualidade do que é produzido e entregue, a todos que trabalham na empresa, cuidando para que a mercadoria que o cliente encomendou, esteja sendo produzida, dentro das especificações, no prazo, e com total funcionamento.

Confira algumas dicas para entender melhor o que é gestão de qualidade total, podendo assim aplicar esse sistema em seu negócio e tirar proveito, firmando-se como indústria detentora de qualidade indiscutível.

 

Nesse artigo você aprenderá sobre:

 

 

1) Satisfação dos Clientes

 

o-que-e-qualidade-total-e-satisfacao-do-seu-cliente

 


Para atender ao cliente da empresa, é essencial entender a extensão do pedido. Fazer menos que o prometido pode ser interpretado como má fé, fazer a mais pode ser visto como desorganização, eventualmente alguma operação indevida pode ser executada e pôr a remessa a perder. Em resumo: procure detalhar cada aspecto citado ou combinado com o cliente, em caso de dúvidas ou inviabilidades, procure resolver na medida do possível dentro do perímetro da empresa.

Procure conscientizar todos os que trabalham para você que em caso de dúvida devem sempre perguntar e jamais ignorar. Para quem deseja entender o que é gestão de qualidade total, é fundamental ter a consciência de que essa é uma tarefa para todos os colaboradores, não somente para os gestores e supervisores.

 

2) Qualidade, ou Qualidade Total?

 


Pessoas certas nas funções certas: cada uma ciente do que deve fazer. Há séculos, as empresas, mesmo sem utilizar esse conceito, praticam fluxogramas para produzir e faturar, mas há somente poucas décadas o problema de assegurar a qualidade passo a passo foi de fato pensado.

Vejamos: o cliente entra em contato, e expõe o seu problema; o vendedor solícito descreve de que modo esse problema pode ser resolvido. Obtido o consenso entre demanda e oferta, o vendedor deve gerar uma proposta técnico-comercial, na qual irá listar os detalhes técnicos que o cliente lhe forneceu, detalhando em seguida uma solução que a empresa fornecedora seja capaz de dimensionar e colocar em prática.

 

como-maximizar-os-resultados-da-sua-industria

 

Esta forma pode ser perfeitamente a costumeira, mas se você deseja não só entender o que é gestão de qualidade total como também aplicar, um ponto de auditagem já pode ser adotado, submetendo-se a proposta à avaliação de algum dos colegas do setor de engenharia, por exemplo, dependendo de quanto a solução oferecida pode ser personalizada ao perfil do cliente. É a aplicação sucessiva e constante do PDCA: Planeje (Plan), execute (Do), confira (Check), aja (Act); Se estiver tudo executado conforme o plano, prossiga adiante; caso contrário, adote correções de rumo que possibilitem seguir com o plano.

Quanto mais complexa a proposta, maiores são as chances de se identificar detalhes que convém não omitir, para que o projeto possa chegar ao fim faltando algum mínimo detalhe ou nenhum. Uma vez validado internamente, o pedido deve ser submetido à aprovação do cliente, que converte a proposta em pedido.

Tudo muito óbvio? Sim, exceto até o momento em que alguma divergência possa aparecer: aí, começa a correria para saber quem deixou de prever alguma variável; neste ponto, se a empresa dispuser de um esquema de Qualidade Total, nada será deixado para trás.

 

3) Senso crítico constante

 

 

o-que-e-qualidade-total-e-a-importancia-da-analise

 


De nada adianta o setor de vendas oferecer um produto, se a produção não dispuser de recursos ou tecnologia para executar. Neste aspecto, quanto antes uma informação como essa for divulgada, mais rapidamente serão adotadas as providências para a efetivação da infraestrutura eventualmente necessária para a conclusão do produto. No caso de um produto seriado, esse tipo de surpresas é quase inexistente. O que não impede que todos os que participam dos eventos possam apontar correções de rumo, como datas equivocadas, taxas de produtividade inviáveis, ou algo do tipo.

Quando foi concebida, a Qualidade Total visou a eliminação das surpresas, que invariavelmente se refletem em ônus para os custos. Esses ônus podem se manifestar na forma de componentes defeituosos, faltantes ou incorretos, mão de obra para retrabalho ou recuperação, estocagem de componentes ou insumos por prazo superior ao planejado, atrasos nas faturas e nas quitações dos clientes, fluxo de caixa da empresa subdimensionado, entre diversas outras situações, que só quem não entende o que é gestão de qualidade total passa. Quanto mais estiverem cobertas as surpresas, menores serão os impactos sobre os custos, mais segura estará a margem de lucro, e a sobrevivência da empresa.

 

4) Correções em processo

 


Aja imediatamente assim que perceber alguma discrepância ou inconsistência. Com o produto concluído, os danos poderão não admitir correção, a partir de conjuntos inaceitáveis, com funcionalidade inadequada, custo de recuperação maior que a receita a ser faturada. É o que se chama transformar uma solução em um problema, que poderá transcender a produção e até o limite da empresa, chegando a envolver o cliente.

 

5) Aprendizado com base nos erros

 


Errar é humano, persistir é suicídio. Evite tropeçar sempre nas mesmas pedras, cair nos mesmos buracos: seus concorrentes não merecem nem precisam de tamanha mercê.
Transforme os erros do passado em cultura de empresa: como não fazer as coisas, ou modos inadequados de procedimento, também enriquecem o repertório; evitam que os novatos criem curiosidade pelas práticas que não trazem resultados. O fundamental para compreender o que é gestão de qualidade total, é analisar os processos, para que erros não voltem a acontecer.

 

6) Valorização dos funcionários

 

 

o-que-e-qualidade-total-com-seus-funcionarios


Costuma-se dizer que funcionários nada mais são do que clientes, apenas a relação de trocas é diferente. A dificuldade para identificar e cativar é semelhante, e o retorno pelo bom convívio é igualmente gratificante. Crie programas de valorização de desempenho, e ofereça planos de carreira. Implemente caixinhas de sugestões: você se surpreenderá com a quantidade de detalhes que é possível aperfeiçoar, e a economia possibilitada por otimização de procedimentos e quebra de paradigmas.

 

Para se obter sucesso é preciso entender a fundo o que é gestão de qualidade total

 

Toda empresa nasce com uma intenção: Crescer e obter sucesso. Para isso é necessário buscar maneiras de se desenvolver com baixo investimentos. Apesar de muitos acreditarem que investir em qualidade seja desprender um capital desnecessário, é fundamental adotar o sistema de gestão da qualidade, já que os gastos que a má qualidade gera são muito maiores.

Portanto, analise seus processos, examine seus produtos e serviços, observe a satisfação de seus clientes e colaboradores. Procure otimizar seus meios, você verá que as mudanças serão positivos, e você irá produzir muito mais gastando muito menos.

 

como-maximizar-os-resultados-da-sua-industria

Gostou do artigo? Compartilhe nas suas redes sociais favoritas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *