12 situações desconfortáveis que aumentarão o seu sucesso

Em uma carta para a sua filha Yolande, o Sociologista Du Bois falou sobre as virtudes de passar por situações desconfortáveis. Yolande estava indo para uma nova escola do outro lado do mundo, muito longe dos seus amigos.

marketing-digital-na-industria

Seu pai sabia que ela se sentiria como um peixe fora da água em alguns momentos. Em vez de protegê-la, ele falou sobre as vantagens desta situação:

“Não se sinta retraída com novas experiências. Enfrente a situação com coragem. Tenha disciplina e controle as emoções. E acima de tudo sempre se lembre, seu pai te ama, acredita em você e espera que você se torne uma mulher maravilhosa.”

Eu não sou Du Bois, não tenho a sua experiência ou seu jeito com as palavras. O que eu tenho é uma pequena história sobre situações desconfortáveis que me tornaram uma pessoa mais forte e algumas dicas para você saber lidar com essas situações.

Confira abaixo as 12 dicas para saber como lidar com situações desconfortáveis:

Dicas para lidar com situações desconfortáveis

situacoes-desconfortaveis

 

1) Aprenda a aceitar um elogio

Diga-me se isso soa familiar: Você trabalha muito duro. Você aperfeiçoou suas habilidades. Sabe quando você tem feito um grande trabalho e têm um grande orgulho dele. E, no entanto, no momento em que alguém faz um elogio que você não consegue aceitar. Em vez disso, você faz uma das seguintes opções:

  • Não sabe o que responder
  • Se auto deprecia
  • Dá um branco total

Isso tem que parar. Veja aqui como aceitar um elogio:

  • Reconheça que alguém está te elogiando
  • Deixe a pessoa concluir
  • Respire
  • Sorria e diga ” Obrigada, é muito bom ouvir isso.”
  • Continue com a conversa. Não se explique demais. Não se rebaixe. Apenas agradeça com sinceridade e pergunte sobre o trabalho.

Por que é tão difícil aceitar um elogio? De acordo com pesquisas do “Acknowledgment Works”, cerca de 70% das pessoas associam embaraçamento ou desconforto com o processo de serem reconhecidos. Em alguns casos, isso é causado pelo que sentimos quando alguém contradiz nossa própria auto-crítica.

Uma maneira de transformar esse desconforto em sua cabeça é perceber que o elogio tem mais a ver com a pessoa que faz este elogio do que com você mesmo. “Quando alguém está elogiando você, eles estão compartilhando como suas ações tiveram impacto neles mesmos”, explica o psicólogo Mark Goulston. “Eles não estão perguntando se você concorda ou não.”
 

2) Fale em público

fale-em-publico

Você sabia que este seria um dos tópicos, certo? Medo de falar em público é tão comum que tem seu próprio nome fobia : Glossofobia.

Acho que não preciso falar sobre as razões deste medo. Todos nós já sentimos isso, ter muitas pessoas prestando atenção no que você está dizendo é estressante. Mas um bom orador pode inspirar e liderar pessoas.

Então como enfrentamos este medo? A resposta está em um conjunto de mudanças necessárias para enfrentar estes tipos de situações desconfortáveis.

  • Saiba os pontos essenciais

Não tente memorizar suas falas. Em vez disso, tenha em mente os pontos-chave de seu discurso. As linhas pivô são as frases que você vai passar de um ponto chave para o outro. Eles atuam como guias para o seu público e uma zona de conforto momentânea para você. Use estas linhas de articulação para redefinir, tomar um fôlego e passar para o próximo tópico.

  • Todos querem que você tenha sucesso

Você não está indo para a batalha. Você não está diante de um pelotão de fuzilamento. Essas pessoas são todas interessadas. Muitos dos quais também sofrem de Glossofobia. Então, saiba que eles são simpáticos e fale com eles.

  • Saiba fingir

Todos os bons oradores parecem estar confortáveis e todos eles parecem estar no comando – mesmo que seja apenas na aparência. Quando você finge para si mesmo que está calmo e no controle o seu cérebro reduz os níveis de cortisol e aumenta a testosterona, proporcionando uma maior tranquilidade para você.
 

3) Trabalhe com dados

Aprender a utilizar os dados para encontrar oportunidades e destacar seus pontos fortes é um divisor de águas em sua carreira. Comece conhecendo as métricas fundamentais que refletem seu trabalho. Trabalhe com planilhas no fim de um mês. Aprenda a reconhecer tendências. Altere os dados para ver como mover uma métrica iria influenciar as outras. Quanto mais tempo você trabalhar, mais fácil será de interpretar.
 

4) Acorde cedo

Essa é uma das principais situações desconfortáveis que passamos todos os dias. Sua energia, foco e capacidade mental são mais elevados durante a manhã e vai diminuindo no restante do dia. Tire vantagem daquele tempo antes do café da manhã. Para a maioria das pessoas acordar cedo é uma prática que se aprende.

Em primeiro lugar, verifique se você está consciente o suficiente para tomar uma decisão. Colocar o despertador ao lado de seu travesseiro não é o bastante. Não espere fazer escolhas inteligentes, enquanto você ainda está sonhando.

Além disso, acordar cedo precisa se tornar uma experiência agradável. Então, faça coisas que te agradem pela manhã. Como por exemplo ir para sua sala e ler um pouco com uma caneca de café. O que você faz no início, não importa, o que importa é que você usar o tempo de forma produtiva.

Se você tem muitas dificuldades de acordar cedo, confira algumas dicas aqui.
 

5) Aprenda a ouvir críticas

Aprender a ouvir críticas sem virar as costas para elas pode ser uma das realizações mais importantes de sua carreira. Ao te dar um feedback direto, o seu gerente ou colega está proporcionando para você uma forma de ser melhor em seu trabalho. As vezes, mesmo com as melhores intenções, aceitar uma crítica pode ser difícil.

O seu instinto será de se proteger, ficar na defensiva ou não prestar atenção. Então tenha a consciência disso, assim como na hora de aceitar um elogio, respire fundo também na hora de ouvir alguma crítica. Ouça tudo o que a pessoa tem a dizer com muita atenção, escreva aquilo que você pode mudar e faça perguntas sobre como se tornar melhor.
 

6) Saiba criticar

A única coisa pior do que ouvir críticas é fazer críticas a alguém. Se você é um gerente ou um amigo, o feedback é uma oportunidade de ajudar alguém a se tornar melhor. Não a desperdice. Bons líderes são capazes de dar feedback diretamente e com respeito. Não tente suavizar o golpe ou se esquivar.

O feedback é sempre mais construtivo se for acompanhado de exemplos concretos. Dizer a alguém que sua atitude está errada não ajuda, é muito melhor mostrar o momento exato em que a pessoa teve esta atitude e explicar o por que isso pode prejudicar ela. A pessoa que está recebendo a crítica deve sair da conversa com vontade de mudar para melhor e não se sentindo derrotada.
 

7) Resolva os conflitos

resolva-os-conflitos

Sabe o que é mais desconfortável do que estar em um conflito com alguém? Ir em algum compromisso e ficar fofocando sobre essa pessoa com seus colegas de trabalho. Essa é a maneira mais fácil de lidar com o conflito, no entanto, a menos produtiva.

Existem duas possibilidades: um dos lados cede facilmente ou os dois lados são muito inflexíveis para acabar com o conflito. Por isso a melhor coisa a se fazer é sentar e conversar, dialogando de uma forma em que os dois lados se sintam confortáveis.
 

8) Faça exercícios

Os exercícios são bons para a sua saúde física e mental. Veja aqui algumas razões para você começar a se exercitar:

  • Tenha um objetivo

Talvez você queira perder peso. Talvez você queira combater a ansiedade. Talvez você tenha três crianças, um telefone que não pára de tocar e o seu único momento de ficar sozinho é na academia. A sua razão não importa, só encontre um objetivo e use para se exercitar.

  • Encontre tempo

Veja os exercícios físicos como algo indispensável no seu dia. Algo que você deve fazer sempre, um ritual que você não pode deixar de lado.

  • Não reclame

Pode ser que algumas pessoas vejam no exercício físico uma forma de se divertir, no entanto, a maioria acha chato e desagradável. Isso faz com que elas desistam rápido e não tenham vontade de praticar algum exercício. Mas, se esforçar para fazer algo que não gosta te torna uma pessoa melhor.

  • Encontre o que funciona melhor para você

Encontre o tipo de exercício que você gosta mais. Se não gosta de ir na academia procure outras alternativas como natação, luta, dança. O importante é se exercitar.
 

9) Saiba relaxar

Todos amamos a internet. Mas ficar conectado o tempo todo não é bom. De acordo com uma pesquisa feita com mais de 5.000 pessoas, 84% dos entrevistados disseram que não podiam ficar um único dia sem seus celulares, e 20% disseram que conferem seu smartphone pelo menos uma vez a cada 20 minutos.

O problema não é a frequência do uso, mas sim como isso atrapalha o seu foco. Usar o celular de noite pode atrapalhar o seu sono, além de prejudicar o seu raciocínio.

Tente fazer um experimento, durante duas semanas reserve um tempo para não utilizar o celular. Fique pelo menos uma hora desconectado de tudo e veja se isso melhora o seu foco. No começo deixar o celular de lado pode parecer uma das situações mais desconfortáveis de todas, no entanto depois você perceberá resultados melhores.

marketing-digital-na-industria
 

10)  Saiba conversar

Todos nós temos táticas para iniciar uma conversa. Algumas pessoas começam falando sobre o tempo, outras falam sobre trabalho. Mas existe um truque que poucos sabem, use essas conversas para o seu benefício. Se alguém te perguntar sobre como está o trabalho, diga como está interessante.

Faça perguntas também, se relacionar bem com os colegas de trabalho é uma das melhores formas para aprender cada vez mais. Essas situações desconfortáveis nos dão oportunidade de crescimento, encare isso como um desafio.
 

11) Admita seus erros

Sabe aquele momento que você percebe que acidentalmente cometeu um erro? Sabe aquele momento em que você sente muito medo? É uma das situações mais desconfortáveis de todas. Mas você pode virar o jogo, a melhor coisa a se fazer é parar de lamentar e tomar atitudes.

Veja se é possível reverter a situação imediatamente, verifique quem deve saber sobre o seu erro e explique o que aconteceu, quais são as providências que você está tomando e tenha um plano de ação, desta forma o desconforto de ter cometido um erro diminuirá.
 

12) Se desafie

De todas as situações desconfortáveis, se desafiar é uma das mais difíceis. Assuma desafios, se existe algum projeto que ninguém queira assumir se ofereça. Ao verificar algum problema, tente resolver.

Aceite grandes desafios e enfrente cada um com o máximo de esforço. As vezes não será algo divertido, mas com certeza você vai se tornar um profissional melhor.

Essas dicas para lidar com situações desconfortáveis te ajudaram?

Deixe suas impressões abaixo.

Gostou do artigo? Então compartilhe com a sua rede de contatos.

Facebook

Twitter

Google+

LinkedIn

marketing-digital-na-industria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *