Marketing B2B e B2C: saiba as diferenças entre os dois

with Nenhum comentário

Marketing B2B e B2C são termos que significam diferentes relações de compra e venda levando em consideração o tipo de negócio.

Enquanto um portal B2B (business to business) é focado na venda entre empresas, o B2C Business to consumer) diz respeito às vendas de uma empresa para o consumidor final.

Os dois mercados possuem particularidades, e em meio a isso, tanto o marketing B2B quanto o B2C possuem suas diferenças de um para outro.

Considerando isso, preparamos este conteúdo para falar sobre as vendas B2B, destacando as diferenças do marketing  B2B e B2C e explicando como cada um é trabalhado. Não perca!

Aprenda a diferença entre o B2B e B2C marketing

O marketing B2C é responsável por todas as transações que ocorrem entre empresa e consumidor final.

Por outro lado, as vendas B2B dizem respeito a um mercado que comercializa produtos ou serviços entre empresas, tendo uma abordagem bem diferente.

Além do público-alvo ser completamente oposto no marketing B2B e B2C, as estratégias de marketing usadas por ambas possuem diferentes linguagens e abordagens.

Isso porque, a forma de tratar um consumidor final e uma empresa é completamente diferente, não é mesmo?

Enquanto o B2C é direcionado às massas, e visa ir atrás das necessidades básicas, satisfação e criação dos desejos de um consumidor comum, o B2B depende de outra abordagem.

Ou seja, o mundo das vendas B2B é mais prático, e visa apresentar uma redução de custos, aumento dos lucros do negócio e a possibilidade de negócios mais assertivos.

Para que as diferenças entre o marketing B2B e B2C fiquem ainda mais claras, separamos as 4 principais para você. Confira a seguir:

Público-alvo e perfil do comprador

Muito bem, como já foi dito, quando falamos do marketing B2B e B2C, as ações estratégicas são completamente diferentes, pois o público também não é o mesmo.

Um portal B2B lida com uma pessoa jurídica, enquanto o B2C com uma pessoa física.

Entender essa diferença é essencial, pois definir uma estratégia de maneira assertiva vai depender dessa separação.

Isso porque, a forma como você lida com um empresário, um gestor ou um departamento responsável pelas transações de uma empresa é completamente diferente de uma pessoa navegando na internet, não é mesmo?

Valores de compra

Uma pessoa pesquisando sobre o marketing B2B e B2C para adquirir produtos.

Esse tópico diz respeito à frequência e valores das compras.

Em um portal B2B, as compras costumam ser maiores e mais frequentes, tendo em mente a confiança dos fornecedores e melhores como fatores importantes.

Por outro lado, o B2C, em geral, lida com uma venda única, tendo um valor menor e uma recorrência menos provável também. A credibilidade da marca é totalmente determinante nesse aspecto. 

Pagamento

Ainda sobre as diferenças entre marketing B2B e B2C, não podemos deixar de falar nas variações de pagamento também.

Isso porque, no B2C ele é feito, geralmente, via cartão de crédito ou boleto bancário antes mesmo do envio da mercadoria.

No entanto, no B2B o envio é feito após o pagamento, mantendo as formas de pagamento entre boleto e cartão de crédito.

Ações de marketing

Sendo o tema central deste artigo falar sobre o marketing B2B e B2C, não podemos deixar de falar das maneiras distintas de atuação.

Isso porque, no B2C, as ações são massivas e têm como objetivo atingir o maior número de pessoas possíveis.

Por outro lado, as vendas B2B agem de maneira contrária. Por ter um custo mais elevado por cada aquisição, um portal B2B possui uma ação de marketing mais segmentada, estabelecendo uma comunicação mais clara com seu público-alvo. 

Saiba como operar com o B2B e B2C marketing

Tendo em mente algumas das principais diferenças entre as duas operações mencionadas, chegou o momento de colocar em prática.

As operações que integram o marketing B2B e B2C são: 

Operações B2C

  • Redes de varejo (supermercados, lojas de departamento, etc.);
  • Aplicativos pessoais;
  • Venda de serviços de lazer (ingressos de teatro, cinema, parques, etc.);
  • Alimentação (bares, restaurantes, lanchonetes, etc.).

Operações B2B

  • Redes de atacado (suprimentos alimentícios);
  • Softwares corporativos;
  • Bens de consumo para empresas (materiais de escritório, limpeza, higiene, etc.);
  • Distribuidores de matéria-prima para processos produtivos;
  • Serviços terceirizados (marketing, transporte, alimentação, etc.).

Como foi possível perceber, em geral, um portal B2B lida com produtos mais caros e comprados em maiores quantidades. 

Ou seja, o B2C acaba exigindo menos compromisso com seus clientes, pois possuem um ciclo de vendas mais curto. 

Veja como fazer marketing B2B e B2C

Duas pessoas preenchendo uma folha com informações de compra ou venda de produtos.

Basicamente, o marketing se refere à geração de valor para um público a partir do momento que realiza o primeiro contato com a sua marca.

O foco é fazer com que ele se mantenha interessado e sinta cada vez mais vontade de comprar.

Como vimos anteriormente, o marketing B2B e B2C possuem necessidades e objetivos diferentes, e para que as expectativas de cada um seja atendida é necessário se atentar aos seguintes pontos: 

B2B: dados, tomadores de decisão e longevidade

Para que o seu negócio funcione da melhor forma, é essencial que a marca considere estes 3 elementos:

Dados: busque produzir conteúdos baseados em estatísticas ou comprovando o retorno sobre investimento que o produto traz. 

Tomadores de decisão: a sua persona provavelmente vai ser o decisor (ou um deles). Por isso, crie os seus materiais pensando nos desejos, necessidades e expectativas dessa persona;

Longevidade: as empresas gostam de soluções definitivas e duradouras, pois mudar custa caro. Por isso, apresente para a persona como o seu produto ou o seu serviço pode trazer resultados por muito tempo.

B2C: relacionamento, recomendações e imediatismo

No B2C, devido a enorme quantidade de opções do mercado e a necessidade de massa crítica para que um produto tenha sucesso são obstáculos grandes. Por isso, as estratégias precisam ser focadas em: 

Relacionamento: se refere à forte presença nas redes sociais, aproximação no ponto de venda, marketing de conteúdo e ações promocionais de fidelização são importantes para conquistar o público;

Recomendações: o marketing “boca a boca” é vida para negócios B2C. Por isso, crie ações que façam os seus clientes recomendarem o produto às outras pessoas;

Imediatismo: a pessoa física nem sempre pensa tanto a longo prazo como uma empresa. Então, destacar o benefício imediato do seu produto pode fazer mais sentido para atrair vendas.

Entendeu a diferença entre B2B e B2C marketing? Agora é com você!

Como vimos ao longo deste conteúdo, um portal B2B é diferente do B2C, pois em cada um deles deve ser considerado um diferente público-alvo, assim como as formas de trabalhar com cada um deles.

Para você se lembrar, em resumo, o marketing B2B e B2C são diferentes em muitos aspectos, principalmente no que diz respeito à valorização, precificação e confiança com a marca.

Mas agora que você entendeu a diferença entre os dois, já possui o essencial para elaborar sua estratégia de maneira assertiva e considerando seu público-alvo.

Bons negócios! 

Compartilhe nas redes sociais!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *