Entrar em marketplace ou criar sua própria plataforma de e-commerce? Descubra agora!

//Entrar em marketplace ou criar sua própria plataforma de e-commerce? Descubra agora!

Por: . Publicado: 15 de outubro de 2018 | Atualizado: 14 de novembro de 2018.

Investir em uma plataforma de e-commerce é um ótimo modo de expor sua marca de forma única, criando sua própria identidade. Por outro lado, as ferramentas de marketplace oferecem maior visibilidade a sua empresa. Descubra qual modelo de vendas pela internet é mais efetivo!

plataforma-ecommerce-marketplace

Vender pela internet já não é apenas uma opção, e sim a principal fonte de renda de diversas empresas em todo o mundo.

Porém, quando se decide investir em vendas virtuais, uma grande dúvida surge: plataforma de e-commerce ou plataforma de marketplace?

As duas alternativas podem ser bastante úteis, desde que usadas da maneira correta.

Além disso, os objetivos da sua empresa também devem ser levados em conta, para que a plataforma escolhida consiga suprir suas necessidades.

E aí, está interessado em saber um pouco mais sobre cada uma dessas modalidades de vendas pela internet?

Então confira os assuntos que serão abordados:

Características da plataforma de e-commerce

plataforma-ecommerce

Um e-commerce é, basicamente, um modelo de vendas pela internet em que é necessário investir em uma plataforma virtual própria.

Ou seja, a empresa interessada deve criar seu próprio site de e-commerce, se responsabilizando por questões importantes como pagamentos, marketing e segurança.

Em um exemplo simples, é como se você montasse uma loja do zero e precisasse conquistar, aos poucos, um público consumidor efetivo.

Conheça agora as principais características do e-commerce:

Custos

O investimento em um e-commerce pode ser mais alto do que em uma plataforma de marketplace, afinal todos os custos da criação da loja virtual são da própria empresa.

Além da manutenção do site, também é necessário investir pesado em divulgação e contratar empresas especializadas em receber pagamentos on-line.

Com isso, o risco do investimento é maior, pois caso a empresa não gere lucro, ela terá perdido todo o valor investido na plataforma de e-commerce.

Visibilidade

Como se trata de uma loja criada do zero, um e-commerce pode demorar para alcançar a visibilidade no mercado.

Afinal, é necessário fazer com que o público conheça sua marca, investindo em ações efetivas de marketing.

Por outro lado, você tem mais liberdade para divulgar sua empresa, podendo trabalhar a imagem da sua marca da forma que preferir.

Além disso, quando um cliente comprar um produto em sua página, ele saberá que negociou com você, e não com uma plataforma que apenas hospeda lojistas virtuais.

Praticidade

Como já dissemos, ao criar uma plataforma de e-commerce sua empresa irá precisar arcar com diversas responsabilidades, realizando a manutenção do site e lidando com qualquer tipo de problema.

Ou seja, muito provavelmente você precisará de uma equipe especializada para lidar com a ferramenta.

Em contrapartida, você pode ter mais liberdade para moldar seu portal de compras de acordo com suas preferências.

Isso pode fazer com que sua loja virtual possua a identidade da sua empresa!

Características da plataforma de marketplace

plataforma-marketplace

Os marketplaces são a grande tendência do mercado de vendas pela internet.

Esse tipo de plataforma funciona como um verdadeiro shopping virtual, recebendo diversas empresas em um mesmo local.

Isso significa que boa parte da estrutura necessária para uma loja virtual já é oferecida pela própria plataforma de marketplace.

Quer conhecer outras características dessa ferramenta? Então confira abaixo:

Custos

A economia de custos é uma das principais qualidades do investimento em plataforma marketplace.

Isso porque, ao inserir seus produtos em uma ferramenta, você não paga nada pela infraestrutura e nem se responsabiliza por questões relativas a segurança ou pagamento.

O único custo que você tem – na maioria das plataformas – é uma pequena taxa cobrada a cada produto vendido.

Ou seja, o marketplace só irá cobrar de você quando sua empresa fechar uma transação, evitando investimentos desnecessários e incapazes de gerar retorno.

Além disso, você ainda consegue reduzir custos com os profissionais responsáveis por fazer a manutenção da sua loja virtual.

Visibilidade

Por terem muitas empresas cadastradas e já atuarem há muitos anos, alguns marketplaces – como Mercado Livre e Submarino – recebem milhões de acessos por mês.

Isso faz com que as chances de seus consumidores encontrarem sua empresa só aumentem, afinal eles já confiam nas principais marcas de marketplace.

Além disso, muitas dessas ferramentas possuem boa indexação no Google, fazendo com que os produtos cadastrados nelas apareçam em primeiros nas buscas relacionadas.

Por outro lado, por terem muitas empresas cadastradas, os marketplaces podem fazer com que você sofra com a concorrência dentro da plataforma.

Outro ponto negativo é que muitos clientes desse tipo de ferramenta acham que compraram do próprio marketplace, e não da sua empresa.

Ou seja, diferente do que ocorre em uma plataforma de e-commerce, nem sempre a sua marca é o centro das atenções.

Praticidade

A praticidade também é um ponto forte dos marketplaces, afinal, como já dissemos, a própria ferramenta é responsável por cuidar dos detalhes técnicos.

Além disso, muitas ainda oferecem serviços adicionais, como suporte técnico e treinamento especializado.

O único lado negativo em relação a isso é que você não tem a mesma liberdade que teria em uma plataforma de e-commerce.

Ou seja, você deve se adequar a interface e as ferramentas oferecidas pelo marketplace escolhido.

Como escolher a mais adequada para sua empresa

Já deu pra entender como funcionam estes dois modelos de comércio eletrônico, certo?

Então chegou a hora de decidir qual deles é o mais indicado para o seu negócio.

A verdade é que, apesar das vantagens e desvantagens de cada um, os dois podem ser muito úteis a sua empresa.

No caso da plataforma de e-commerce, você deve pensar como uma estratégia a longo prazo, pois exige planejamento e investimento efetivos.

Isso porque se trata de um “trabalho de formiguinha”, em que é necessário ter muita paciência para conquistar seu público-alvo e ganhar visibilidade na internet.

Por isso, não corra o risco de desperdiçar investimento e criar um e-commerce que não lhe traga retorno.

Já no caso dos marketplaces, o investimento é baixo e pode trazer resultados em menos tempo.

Porém, a médio e longo prazo, essa não é a melhor forma de dar mais visibilidade a sua marca.

Com isso, uma boa opção é investir nessas duas estratégias, fazendo com que uma alimente a outra.

Dessa forma, você pode, por exemplo, deixar o link do seu e-commerce em seus produtos cadastrados em plataformas de marketplace.

Isso fará com que seus clientes finalmente conheçam sua empresa, trazendo mais visibilidade a sua marca.

Curtiu o texto e quer ainda mais conhecimento? Então confira nosso conteúdo exclusivo sobre as vantagens de investir em uma plataforma de marketplace.

2018-11-14T17:22:28+00:00

Faça um Comentário