A Importância do Comércio Eletrônico para os Negócios Industriais

with Nenhum comentário

O setor de vendas online cresceu de forma exponencial em 2021, inclusive o B2B, abrindo o horizonte para novos negócios. Entenda um pouco mais sobre o momento.

O setor de vendas online registrou um salto recorde em 2021, refletindo o aumento na demanda, não só por conta da pandemia de coronavírus, mas se deve também ao maior número de empresas que decidiram entrar no comércio eletrônico.

Isso não ocorre por acaso, a mudança de hábitos da população brasileira já é algo notável, a média de uso de celulares aqui no Brasil é de 5,4 horas por dia, a maior média diária do mundo. Em um cenário como esse, é quase impossível não pensar no quanto a nossa vida está ligada à praticidade que o smartphone proporciona, através dos seus mais variados tipos de apps.

Falando em números recentes, o comércio eletrônico chegou a R$35,2 bilhões em vendas entre janeiro e março de 2021, registrando um aumento de 72,2% na comparação com 2020. Além disso, o tíquete médio das compras aumentou 9,4% e atingiu R$447,90 no período.

Um relatório da NeoTrust aponta que março de 2021 foi o maior mês da história em volume de vendas do comércio eletrônico no país.

As principais tendências do mercado de e-commerce

Devido ao desenvolvimento tecnológico e ao ambiente de pagamentos em rápida mudança, fazer compras online está muito mais fácil para os consumidores.

A maneira como compramos e pagamos por nossos produtos e serviços segue em reinvenção. Não é à toa, que as demandas de empresas gigantes do setor de varejo ficaram totalmente no comércio online, como é o caso da Netshoes e da Amazon. 

Mas essa tendência não serve somente para as grandes varejistas, atualmente, existem vários outros tipos de serviços disponíveis de forma online e totalmente simples de serem encontrados. Isso ocorre devido a mudança do perfil do mercado consumidor, não só no Brasil, mas no mundo todo.

Hoje existe uma gama de produtos diversos que atendem as necessidades do público, tanto na parte do trabalho, quanto do lazer, sendo possível encontrar desde sites que simulam ambientes de negócio (Google Meet), nos suprem de necessidades básicas (iFood).

E até os sites que trazem entretenimentos diversos, como um site para jogos online, deixando os filhos entretidos em casa, ou os sport bet, após a Lei 13.756 ser aprovada no país coincidentemente um pouco antes da pandemia.

O foco das empresas deve estar em proporcionar boas experiências

O comércio online é, sem dúvida, um dos principais pontos de contato das marcas com os usuários. Por isso, a experiência do consumidor deve ser prioridade para as empresas e, com as expectativas dos consumidores em torno da experiência de comércio eletrônico mais altas do que nunca, a necessidade das empresas de fornecer uma experiência de e-commerce excepcional para seus clientes nunca foi tão essencial.

Desde uma entrega barata e eficiente no dia seguinte até provadores virtuais onde você pode experimentar roupas no conforto da sua própria sala de estar.

Uma das opções para colocar o cliente no centro das ações é usar soluções analíticas para conhecer e entender a jornada dele no empreendimento. Para isso, é preciso aliar conteúdo, usabilidade e dados, mapear e lançar mão de métodos que satisfaçam, com precisão, as necessidades dos clientes, é o novo desafio do comércio eletrônico.

Para conhecer bem o cliente, as soluções utilizadas pelas empresas devem incluir ferramentas analíticas e de big data, Isso serve de ponto de partida para a próxima jornada, que abrange a integração da jornada do cliente em múltiplos canais.

Agora que entendemos os básicos, para dicas de como escolher o melhor construtor de sites ou de como gerir diversas ferramentas de negócio para sua empresa, em um momento onde tudo está se desenvolvendo tão rápido.

Não podemos dar margem de espaço e depois ficarmos nos questionando sobre falhas que poderiam ser facilmente corrigidas: Não deixe de conferir nossa seção de Marketing Digital com diversas dicas e estudos importantes, para seguir daqui adiante.