Saiba como realizar um planejamento estratégico industrial e torne-se referência em seu segmento!

/, Marketing/Saiba como realizar um planejamento estratégico industrial e torne-se referência em seu segmento!

Por: . Publicado: 21 de setembro de 2016 | Atualizado: 13 de novembro de 2018.

Um planejamento estratégico é o primeiro passo para levar sua empresa ao topo do mercado. Isso porque, por meio de estratégias bem pensadas e mensuráveis, você pode alcançar resultados efetivos e que te tornem referência em seu segmento!

planejamento-estrategico-industrial

Não importa o tamanho da empresa, se é de pequeno, médio, ou grande porte. Todas tem como objetivo o crescimento.

E existem diversas maneiras para poder crescer no mercado, porém, independente do método, é fundamental realizar um bom planejamento estratégico industrial.

Mas, para que as empresas consigam crescer é necessário muito esforço e dedicação, além de se aprofundar em alguns assuntos, sempre respeitando as etapas do planejamento estratégico.

Todas essas etapas são fundamentais para que sua empresa possa se tornar referência no segmento em que atua.

E aí, quer saber como fazer um planejamento estratégico industrial?

Então confira nossas dicas e se destaque na indústria!

Como fazer um planejamento estratégico diferenciado?

Tudo é caro quando não se enxerga valor, afinal, porque seu consumidor levaria um produto seu, se o do concorrente é mais barato?

Há uma série de providências dentro do planejamento de uma empresa que despertam no cliente a sensação de estar sendo ouvido, valorizado, considerado e recompensado ao fechar um negócio.

A percepção de valor do cliente é moldada pela forma como você conduz o posicionamento estratégico da sua empresa.

Com um bom posicionamento e uma imagem de referência no assunto, o consumidor enxerga valor em sua empresa, e mesmo que por um custo mais elevado ele acaba optando por você.

Um exemplo disso pode estar em seus próprios hábitos de compra, ou seja, existem muitos produtos iguais mas você opta por levar aqueles do qual enxerga qualidade no produto ou serviço da empresa.

Isso porque, geralmente, essas empresas são referências em seus segmentos.

Vale ressaltar que quem define se a empresa é uma referência no segmento são os consumidores. Por isso, opte pela diferenciação.

A diferenciação não é exclusiva do produto e, por isso, busque oferecer diferenciação onde puder.

Pequenos gestos, como uma campanha de boas-vindas e um investimento em pós-venda e marketing de relacionamento, podem fidelizar seu cliente, fazendo o mesmo enxergar valor tangível e intangível em sua empresa.

Para um bom planejamento estratégico industrial com foco em diferenciação e valor ofereça:

Comodidade

Torne o ambiente da sua empresa acolhedor aos seus clientes.

Isso porque sua empresa tem de oferecer a solução para as necessidades do consumidor e não empurrar um produto ou serviço a qualquer custo.

Isso só é possível por meio do atendimento especializado, com conhecimento e experiência no produto ou serviço.

Para isso, invista em uma equipe de vendas qualificada para atender as necessidades dos consumidores e contornar as objeções.

Palestras informativas ao cliente

A empresa pode, a cada certo tempo, realizar apresentações de ideias para seus principais clientes, onde deve ser discutido novas possibilidades e inovações.

É interessante aproveitar a oportunidade para entender as necessidades do consumidor.

Desta maneira, você irá ter maior autonomia e conhecimento para realizar um planejamento estratégico industrial de sucesso.

Personalização

Quando o seu cliente adquirir um produto, se o mesmo for de valor muito elevado, e tiver de ser feito por encomenda, é interessante que ofereça um folheto personalizado (como por exemplo com o nome e as cores da empresa que está adquirindo seu produto).

Ele deve contar também com as instruções sobre funcionalidade, melhores formas sobre o modo de uso, detalhes técnicos, e até mesmo anúncios de outros produtos ou serviços que sua empresa oferece.

A personalização contribui muito para a percepção de valor, além de ser uma excelente maneira de destacar-se e gerar valor à sua empresa.

Lembre-se, o foco tem de ser no cliente, em sua comodidade, praticidade, bem-estar e satisfação. Segundo Peter Drucker “A única fonte de lucro é o cliente”.

Inovação

A inovação é fundamental para a sobrevivência de qualquer empresa.

E não significa somente investir uma fortuna em tecnologia para estar à frente.

Mas sim, se adaptar ao mercado, e entender os novos hábitos de consumo dos clientes para poder criar o planejamento de uma empresa que consiga atingir, com eficiência, o seu público-alvo.

Entender o mercado significa sair na frente da concorrência, ou no mínimo, não estagnar e se manter ativo.

Um dos exemplos mais conhecidos de empresas que optaram por não “inovar” é a Kodak, que embora seja precursora da máquina digital, não se atentou às mudanças mercadológicas, sofrendo um grande prejuízo que quase levou a marca a extinção.

Não importa o quão grande seja a empresa, se ela não se adaptar ao mercado certamente irá decair.

Jack Welch (Ex-CEO da GE) não se cansava de dizer para sua empresa “Mude ou morra”.

Ele transformou o patrimônio de 13 bilhões de dólares da empresa em centenas de bilhões.

Ter inovação em seu planejamento estratégico industrial também proporciona vantagens competitivas, gerando produtos diferenciados dos da concorrência.

E uma das maneiras mais inteligentes de se adaptar ao mercado, é observar a expansão digital e seu potencial para sua empresa.

Marketing Digital

Mais da metade da população Brasileira tem acesso a internet e, desta parte, 43% a utiliza para pesquisas de compra.

Segundo dados da Webdam.com, a previsão de investimentos em mídias digitais para 2019 é de ao menos 15 bilhões de reais.

Não se atentar a este meio é correr um grave risco de ficar de fora do mercado.

Além disso, a internet é uma grande aliada para que sua empresa possa realizar um planejamento estratégico industrial e se torne uma referência no segmento em que atua.

Para que isso seja possível, é necessário se atentar à algumas técnicas e conceitos como:

Marketing de conteúdo

planejamento-estrategico-industrial-conteudo

Considerado uma das principais armas do planejamento estratégico industrial, o marketing de conteúdo consiste em atrair, converter, fechar e encantar por meio de conteúdos de qualidade e relevância.

Dentro disso, é importante avaliar os melhores canais para produzir seu conteúdo que não deve consistir em falar de você, mas sim em suprir as necessidades e desejos de seu cliente.

Com um conteúdo relevante, de qualidade e divulgado nos canais corretos, é possível tornar-se uma referência no assunto e gerar autoridade no segmento.

Isso faz com que o consumidor que procura pelo seu segmento tenha sua empresa como referência.

Marketplace
São plataformas de venda online (podem ser específicas ou genéricas) que promovem o encontro entre comprador e ofertante.

No marketplace você pode ficar melhor posicionado e gerar melhor visibilidade.

Ou seja, trata-se de um ótimo local para quem procura saber como vender mais para consumidores de outros estados com um baixo investimento.

Além disso, é possível investir de forma mais segmentada (já que muitos marketplaces são específicos) e o investimento inicial é baixo se comparado ao de construir um e-commerce do zero.

Você também pode investir em demais meios como:

E-mail marketing – 72% dos consumidores escolhem o e-mail como o melhor canal para receber comunicações de empresas

Redes Sociais – De acordo com o HubSpot, 92% dos profissionais de marketing dizem que as redes sociais são importantes para o negócio.

E segundo relatórios da Social Media Examiner, 97% das empresas possuem presença ativa nestas redes.

Defina um modelo de planejamento estratégico industrial!

Para tornar a sua indústria referência é preciso realizar um bom planejamento estratégico industrial.
Seguindo as dicas acima, é possível que você possa obter um faturamento maior, aumente suas chances de crescer exponencialmente, se diferencie dos concorrentes e se torne uma referência no segmento em que atua.

Mas não basta somente entender, é necessário aplicar, inovar e investir. Vale ressaltar o que Philip Kotler sempre diz:

“É mais importante fazer o que é estrategicamente correto, do que imediatamente lucrativo”.

E se você gostou desse texto e quer explorar ainda mais conhecimento, confira nosso conteúdo sobre como vender mais.

2018-11-13T14:21:29+00:00

Um Comentário

  1. Bernardo Nascimento dos Santos 25 de setembro de 2016 at 02:53 - Reply

    Ótima matéria para o empreendedorismo, certamente irei compartilhar com meus alunos.

Faça um Comentário